Réver, do Atlético-MG, se diz preocupado com retorno; companheiros descumpriram isolamento

Para retornar aos treinamentos, jogadores do Atlético-MG realizaram exame de Covid-19. Dessa maneira, jogadores e comissão técnica voltaram às atividades. Entretanto, Réver, zagueiro e capitão do Galo, assumiu estar preocupado com a atual situação e com o retorno ao trabalho.

Acredito que 99% dos nossos atletas se cuidaram nessa quarentena, mas tivemos algumas exceções. Sempre acaba acontecendo e é inevitável. Nós sabemos como as coisas funcionam nessa situação. Em meio período, a pessoa quer sair e extrapolar. Imagino que a maioria acabou tendo esse pensamento de se cuidar, resguardar e pensar no próximo. Nisso que estamos passando, não seria justo colocar em risco e trazer essa doença, que está sendo tão cruel com todos nós, para dentro de casa”, declarou o zagueiro.

https://twitter.com/atletico/status/1262761609794957312?s=21

Em suma, Otero e Cazares foram flagrados descumprindo o isolamento exigido na quarentena. Na ocasião, os dois atletas estavam participando de uma pelada em Santa Luzia, região metropolitana de Belo Horizonte. A partida amistosa foi transmitida ao vivo no Instagram. Além disso, a quadra não poderia estar aberta, segundo a Prefeitura Municipal de Santa Luzia.

“Isso está deixando a gente até preocupado, ansioso para saber como vai ser [a volta às atividades], pois o futebol é contato o tempo todo. Se você está com a bola, você está cercado de jogadores. Se você está sem a bola, você está tentando manter um posicionamento, marcando o seu adversário. Ou seja, o jogador sempre vai ter essa distância, que tanto se pede, não sendo algo tão simples de cumprir. Gera uma ansiedade para saber como vai ser a questão desses treinamentos. Acredito que nos primeiros dias deve ser algo mais individualizado”, disse Réver.

https://twitter.com/atletico/status/1263268300047421443?s=21

Foto destaque: Reprodução/Pedro Souza/Agência Galo

Danyela Freitas
Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).

Artigos Relacionados