Resumo da rodada das eliminatórias europeias

Nesta última sexta-feira (24), teve a volta das eliminatórias na Europa para a Copa do Mundo de 2018. Com essa rodada, o primeiro turno se encerrou, e têm diversas seleções em situações delicadas, enquanto outras já estão com um pé na Rússia. As eliminatórias europeias contam com 54 seleções, divididas em 9 grupos. Em cada grupo, o 1º se classifica diretamente, enquanto os 8 melhores 2º colocados vão para a repescagem, onde se enfrentam por uma vaga na competição.

No grupo A, a França lidera tranquilamente com 13 pontos, seguida pela Suécia, com 10. Os franceses sofreram para vencer Luxemburgo, fora, por 3×1. Já os suecos, bateram a Bielorrússia por 4×0, e mantém a perseguição pela vaga direta.

Quem está vivendo um pesadelo são os holandeses. A derrota para a Bulgária por 2×0, os colocou em uma situação bem delicada, em 4º lugar no grupo, com apenas 7 pontos. Uma das fortes seleções nos últimos anos, a Holanda vem sofrendo e corre sério risco de ficar de fora da próxima copa. Inclusive, com essa derrota para os búlgaros, demitiram seu técnico, Danny Blind, por medo de não ir à Rússia. Vale lembrar que a seleção já ficou de fora da Eurocopa em 2016, e uma eventual não classificação para a Copa do Mundo seria catastrófica.

Pelo grupo B, a Suíça venceu a Letônia por 1×0, manteve seu 100%, e lidera com 15 pontos. Logo atrás vem Portugal, com 12. Os atuais campeões da Euro venceram a Hungria por 3×0, com 2 gols de Cristiano Ronaldo, que atingiu a marca de 70 gols pela seleção. Com estes resultados, a situação no grupo fica bem definida, e ao que tudo indica, Suíça e Portugal irão batalhar pelo 1º lugar. Vale lembrar que os suíços são, junto com a Alemanha, os únicos com 100% de aproveitamento.

Falando na Alemanha, pelo grupo C, não tiveram trabalho para bater o fraco Azerbaijão por 4×1 e já estão praticamente classificadas para a Copa do Mundo. Com 15 pontos, lideram, e detém 5 de diferença para a 2º colocada, Irlanda do Norte. República Tcheca vem logo atrás com 8, e as duas seleções devem brigar pela vaga na repescagem.

No grupo D, fica o destaque negativo para País de Gales. Seleção que surpreendeu e encantou na Euro ao chegar na semifinal, os galeses vão decepcionando nas eliminatórias, e correm riscos de não se classificarem. No momento, após o empate por 0x0 com a Irlanda nesta última rodada, estão em 4º com 7 pontos, 4 atrás da Sérvia e Irlanda (os sérvios lideram o grupo por conta do maior saldo de gol).

A Polônia, no grupo E, não deve ter dificuldades para se classificar. Com a vitória por 2×1 sobre Montenegro, os poloneses estão na liderança com 13 pontos, 6 a frente justamente dos seus adversários. A briga pela vaga na repescagem, no entanto, segue viva e animada. Além de Montenegro, Dinamarca também tem 7 pontos, enquanto Armênia e Romênia vêm logo atrás com 6.

Outra seleção que não deve ter dificuldades para se classificar é a Inglaterra. Após a vitória por 2×0 sobre a Lituânia, os ingleses lideram o grupo F com 13 pontos. Logo depois vem a Eslováquia com 9.

Já Espanha e Itália vivem um drama para ver quem ficará com a vaga direta no grupo G. Ambas venceram na rodada – a Itália bateu a Albânia por 2×0, enquanto os espanhóis golearam Israel por 4×1 – e estão com o mesmo número de pontos (13). A Espanha, no entanto, lidera por conta do saldo de gol (17 contra 9 da Azurra).

No grupo H, a Bélgica tropeçou em casa ao empatar por 1×1 com a Grécia e embolou a briga pela 1ª colocação. Quem gostou deste empate foi a Bósnia, que com a goleada por 5×0 sobre Gibraltar, viu a diferença para os belgas cair para apenas 3 pontos. Com isso, a Bélgica lidera com 13 pontos, seguida da Grécia com 11, e Bósnia com 10.

No último grupo (I), mas não menos importante, a Croácia venceu a Ucrânia, em casa, por 1×0 e se manteve na liderança com 13 pontos. Outra seleção que encantou o mundo na Euro de 2016, a Islândia, ao contrário do País de Gales, vai fazendo um bom trabalho nas eliminatórias. Venceram Kosovo, fora, por 2×1, e estão em 2º no grupo, e por enquanto, com uma vaga na repescagem. Ucrânia e Turquia seguem atrás, ambas com 8 pontos – 2 a menos que a Islândia – e a briga pela vaga vai ser boa.

BetWarrior


Poliesportiva


Enrico Carnevalli
Enrico Carnevalli
Meu nome é Enrico Mendes Carnevalli, tenho 20 anos. Desde pequeno sempre fui muito comunicativo, e na escola era sempre o representante da minha classe em diversas coisas. Sempre gostei muito de jornalismo esportivo, uma das razões pelas quais eu escolhi esta profissão. Chegando na faculdade, fiz algumas amizades e decidimos por criar um blog de jornalismo esportivo. Com ajuda de nosso professor, Celso Unzelte, conseguimos aperfeiçoar muito nossa escrita.

    Artigos Relacionados

    Comments are closed.

    Topo