Renato Portaluppi calça a “sandalinha” da humildade

- Com as mudanças feitas para o jogo contra o Palmeiras, o técnico gremista mostrou que tem autocritica
Renato Gaúcho

No último domingo (20), o Grêmio jogou contra o Palmeiras pelo Brasileirão. Mas, o principal ponto notado pelos gremista foram as mudanças feitas pelo técnico Renato Portaluppi, que mostraram a sua autocritica. Com isso, os Tricolores ficaram surpresos, pois Renato disse que não iria mudar a sua maneira de pensar futebol.

Além disso, disse que “alguma hora a bola ia começar a entrar e tudo ia voltar ao normal”. Visto isso, a coluna Rasgando o Verbo vai dizer quais as mudanças e porque elas são tão importantes para o Grêmio.

MUDANÇAS

DEFESA

As mudanças feitas na defesa foram totalmente acertadas, visto que Geromel e Kannemann estão lesionados e não puderam jogar. Com isso, melhor opção eram colocar os reservas imediatos que são Paulo Miranda e David Braz.

LATERAIS

Começamos pela lateral direita, nos últimos jogos estava jogando o Orejuela, que é um lateral muito ofensivo e que é fraco na marcação. A mudança feita por Renato nesse setor do campo foi coloca Victor Ferraz, que tem menos qualidade no apoio, do que o Orejuela, mas sabe defender melhor.

Do mesmo modo, a lateral esquerda também teve mudança, nos últimos jogos estava jogando o Cortez, que é um lateral que tem como sua principal qualidade a defesa, mas mesmo assim tendo alguns erros. Visto isso, Renato Portaluppi decidiu colocar Diogo Barbosa, que é um lateral muito equilibrado e tem mais qualidade técnica do que o Cortez.

MEIO CAMPO

Da mesma forma que nas laterais, Renato também mudou o seu meio-campo. Nos últimos jogos, os que estavam jogando eram Matheus Henrique, Darlan e Isaque, ou seja dois volantes com característica de saída, e um meia que não tem a qualidade de passe, assim não sendo o meia para fazer a função. Com isso, a mudança feita pelo treinador foi colocar três volantes, assim tendo Lucas Silva, como volante de marcação na frente da área, e mantendo Matheus Henrique e Darlan.

Essa mudança era necessária, pois Jean Pyerre está no Departamento Médico com lesão, assim não tendo um meia qualificado para fazer a função. Além disso, o momento do Grêmio é de arrumar a casa e tentar não perder, para depois tentar a vitória e jogar bonito.

ATAQUE

A principal mudança no ataque da equipe Tricolor, foi o ingresso de Robinho que não é um jogador tão agudo quanto o Everton, assim tendo mais um jogador para trabalhar com o meio-campo, pois ele é um jogador com características de mais trabalho de bola, e também tendo um jogador que sabe marcar melhor, do que o que estava jogando antes.

Agora a pergunta que fica é: Será que Renato Portaluppi vai manter essas mudanças nos próximos jogos ou esse jogo foi uma exceção? 

Foto destaque: Reprodução/Lucas Uebel/Grêmio

BetWarrior


Poliesportiva


Augusto Martins
Augusto Martins
Escolhi o jornalismo por eu desde de cedo gostar de informar as pessoas sobre o que acontece no mundo esportivo.

    Artigos Relacionados

    Topo