Remo x Paysandu como aconteceu – Resultado, destaque e reação

Neste domingo (03), Remo e Paysandu mediram forças, no estádio Baenão, em jogo válido pelo jogo de ida da final do Campeonato Paraense. Ao passo que o Leão fez valer o mando de campo e não decepcionou a torcida, venceu por 3 x 0.

Melhores Momentos – Remo x Paysandu

1° Tempo

A princípio, o Paysandu não se intimidou por estar na casa do arquirrival e saiu melhor para partida nós minutos iniciais. Dessa forma, os visitantes foram ofensivos e tiveram chance de abrir o placar, mas não foram eficientes. Assim sendo, o Leão reagiu, acordou para o jogo e conseguiu o domínio da bola, tornando o clássico equilibrado. Ao passo que logo chegaram na área adversária com Brenner que abriu o placar aos 11′.

Entretanto, o Lobo não se abateu e retomou a posse de bola, chegando com perigo a área Azulina, mas sem sorte na definição. Sobretudo, o duelo ficou resumido em chances e criações, triangulações de ambos os lados, mas sem gols

2° Tempo

Como o resultado ainda estava em aberto, mesmo com 1 x 0 para os mandantes. Os times aproveitaram o intervalo para analisar e corrigir os erros afim de sair com a vitória. No entanto, o Rei da Amazônia tinha uma motivação maior que era a de não decepcionar a torcida que lotou o Baenão. Contudo a equipe Bicolor não se deu por vencida, partiu para o ataque, mas sem eficiência. Por outro lado, o Remo mostrou que é preciso ser inteligente e ao assumir o controle da bola, chegou ao segundo gol com Brenner aos 16′.

Visto que o adversário aparente a estar abatido por conta dos gols e não conseguia ser eficiente nas jogadas, o Leão não se conteve. Por fim, chegou ao terceiro gol aos 40′ com Uchôa e garantiu uma bela vitória por 3 x 0.

Remo x Paysandu – E agora?

A saber, que as duas equipes se encontram na próxima quarta-feira (6), no estádio da Curuzu, pelo jogo de volta da final do Campeonato Paraense 2022.

Foto: Samara Miranda/Ascom Remo

 

 

Tata Marx
Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.