Relembre os estrangeiros que já comandaram a Seleção Brasileira

Dos 57 treinadores que a Seleção Brasileira de Futebol teve em sua história, apenas dois eram estrangeiros. Nenhum deles assumiu de forma permanente. Todos trabalharam durante amistosos que, por curiosidade, foram contra o Uruguai.  Confira:

Joreca (1944)
Nacionalidade: Português

Foto 1

Jorge Gomes de Lima, conhecido por Joreca, nasceu em Lisboa no dia 7 de Janeiro de 1904. Em 1944, ainda técnico do São Paulo Futebol Clube, assumiu a Seleção Brasileira, ao lado de Flávio Costa, em dois amistosos: Brasil 6 x 1 Uruguai, no estádio de São Januário, e Brasil 4×0 Uruguai, no Pacaembu.

Após essa experiência fugaz, deixou o comando nas mãos de Flávio e seguiu no São Paulo, onde seria campeão Paulista no ano seguinte.

14 de maio de 1945 – Brasil 6 x 1 Uruguai
Estádio de São Januário (Rio de Janeiro)

18 de maio de 1944 – Brasil 4 x 0 Uruguai
Estádio do Pacaembu (São Paulo)

Filpo Núñez (1965)
Nacionalidade: Argentino

Foto 2

Nélson Ernesto Filpo Núñez nasceu no dia 19 de agosto de 1920, em Buenos Aires. Apelidado de “El Bandoneón,  comandou o Brasil/Palmeiras no dia 7 de setembro de 1965, na vitória por 3 a 0 sobre o Uruguai. O jogo marcou a inauguração do Estádio do Mineirão.

Depois de fazer história, Filpo deixaria o comando do Palmeiras no dia 13 de outubro, resultado da má campanha do alviverde no Paulistão daquele ano.

7 de setembro de 1965 – Brasil/Palmeiras 3 x 0 Uruguai
Estádio do Mineirão (Belo Horizonte)

Fonte: CBF

Jonathan Silva

Sobre Jonathan Silva

Jonathan Silva já escreveu 82 posts nesse site..

Um jornalista de 23 anos que simplesmente ama futebol. Trabalhou nos jornais Folha Metropolitana e Metrô News, de São Paulo, todos como repórter. Atualmente é assessor na empresa TBL Comunicação. Por paixão, há três anos criou o blog Gol de Canela Futebol Clube, que procurar contar um pouco sobre história do futebol.

BetWarrior


Poliesportiva


Jonathan Silva
Jonathan Silva
Um jornalista de 23 anos que simplesmente ama futebol. Trabalhou nos jornais Folha Metropolitana e Metrô News, de São Paulo, todos como repórter. Atualmente é assessor na empresa TBL Comunicação. Por paixão, há três anos criou o blog Gol de Canela Futebol Clube, que procurar contar um pouco sobre história do futebol.

    Artigos Relacionados

    Topo