A 2ª rodada do Grupo 18 da Copa SP de Futebol Júnior 2019 aconteceu ontem (5), no estádio Jayme Cintra, em Jundiaí. O Vila Nova-GO foi desclassificado do torneio, enquanto Paulista, Porto-PE e Red Bull Brasil lutam pelas duas vagas para a próxima fase.

COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR – GRUPO 18 – 2ª RODADA

Paulista 1 x 1 Porto-PE

O Porto precisava de uma simples vitória para garantir a classificação.A primeira etapa inteira de jogo, ambas equipes tentaram buscar o gol adversário, porém esbarraram na atuação dos dois goleiros, o primeiro gol do jogo saiu apenas na etapa final de jogo.

Aos 10′ do segundo tempo, após contra-ataque, Caio tocou para Neto fazer 1 x 0 para o gavião do agreste. O time estava passando de fase até os 48′, quando Victor, que saiu do banco de reservas, empatou com um chute forte na grande área. Para ir a próxima fase, o Galo do Japi precisa vencer o jogo contra o Vila Nova e torcer para Red Bull ou Porto perderem o duelo entre eles.

Red Bull Brasil 4 x 1 Vila Nova-GO

Aos 19′, a zaga recua mal para o goleiro, Amarildo rouba a bola, avança, fica de frente para o gol e erra o alvo. Mas ele se redime aos 22′, aproveitando o rebote do goleiro e fazendo 1 x 0. Na segunda etapa, após cobrança de falta, Luizão cabeceia e empata aos 10′: 1 x 1. Aos 28′, com bela troca de passes dentro da área, Chrigor marca o segundo gol do toro loko.

O terceiro do time de Campinas veio aos 34′, após cruzamento rasteiro de Wallison da direita e Vitinho finalizar. Ainda deu tempo de fazer mais um com Wagner, que aproveitou a sobra do goleiro e empurrou para a rede: 4 x 1.
Para avançar e garantir o primeiro lugar, o Red Bull precisa vencer o Porto-PE nesta terça (8). O Vila Nova não tem mais chances de classificação.

 

 

André Borges
Me chamo André Borges, sou Paulista (tanto de naturalidade como torcedor do time de Jundiaí), tenho 20 anos e sou estudante de Jornalismo da Universidade Anhembi Morumbi. Antes, eu estudava no Centro Universitário Campo Limpo Paulista (UNIFACCAMP) e lá participei do jornal laboratório "O Jornaleiro" por dois anos. Comecei a gostar de futebol com 12 anos, na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Prefiro Libertadores do que Champions League.

Artigos Relacionados