Real Madrid de olho em Szoboszlai (Foto Destaque: Reprodução/Getty Images)

De olho no próximo mercado de transferências, o Real Madrid move suas peças em busca de reforços. Dessa maneira, os Merengues observam a situação de Dominik Szoboszlai, meio-campista do Red Bull Salzburg de 20 anos. Assim, os espanhóis seguiriam o projeto das últimas temporadas de contratar jogadores jovens e promissores.

Destaque no clube austríaco, o húngaro chama atenção pela habilidade e pelo chute de longa distância. Assim, seu nome ganha força na próxima janela de transferências, que se abrirá em janeiro de 2021.

Conforme o Real Madrid não abriu os cofres no último mercado, devido à pandemia, os Madridistas brigarão por Szoboszlai, que também interessa ao Arsenal. Mas, ainda não há nada concreto, ambos os clubes apenas avaliam a contratação do atleta.

Vale lembrar que, os espanhóis desejam vender Isco, que interessa à Juventus e, assim, a ida do húngaro à Madrid seria provável. Segundo o site “transfermarkt“, o atual valor de mercado do jogador gira em torno de 25 milhões de euros (pouco mais de R$ 161 milhões). Dessa maneira, Szoboszlai valorizou 10 milhões de euros em menos de um ano.

Destaque do Salzburg, o atleta é visto como “craque do futuro” pelos húngaros. Dando jus ao apelido, Dominik classificou a Hungria para a Eurocopa, marcando o gol da virada heroica diante da Islândia, por 2 x 1.

O meia já entrou em campo em 13 oportunidades pelo clube austríaco, marcando cinco gols e dando nove assistências. Tornando-se assim, um dos principais jogadores da equipe. O jogador tem contrato até maio de 2022.

Foto Destaque: Reprodução/Getty Images

Avatar
Bruno Reis
Prazer! Sou Bruno Reis, de Santo André, ABC paulista. Desde 2001 vivo, choro e sorrio por futebol. Costumo dizer que este esporte nunca será qualquer um, ele muda e transforma vidas, como fez com a minha. Próximo do término do ensino médio, me senti perdido, me perguntava qual seria meu rumo a partir dali. Apesar de não ter dado certo dentro de campo, percebi que tinha chegado a hora de viver do futebol fora dos gramados, como jornalista. Hoje não me vejo longe dessa profissão, virou minha paixão. O que mais amo fazer é escrever e viver dele com todas as minhas forças.

Artigos Relacionados