RB Bragantino vence Sport e ganha ânimo na briga contra a queda na Série A

- Leão chega a quarta derrota seguida no Brasileirão e acende o alerta de proximidade da zona de rebaixamento
RB Bragantino vence Sport e respira na briga contra a queda (Foto: Divulgação / RB Bragantino Twitter)

Neste domingo (18), RB Bragantino e Sport entraram em campo em jogo válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Assim, no Nabi Abi Chedid, com domínio territorial desde o princípio da partida, o Massa Bruta perdeu muitas chances de abrir o placar ainda na etapa inicial. No entanto, nos primeiros minutos do segundo tempo, Ricardo Ryller e Claudinho marcaram os gols da vitória por 2 x 0. Resultado que não tira os mandantes do Z4, mas dá novo ânimo na luta contra a queda.

1º TEMPO

Apesar de um início de jogo promissor pelo Sport, com uma pressão comandada por Thiago Neves, o Leão parou por ai. Pois, após só deu RB Bragantino que criou a primeira boa chance aos 11′. Assim, Patric recuou mal para Luan Polli e a bola passou raspando a trave de gol. Enquanto isso, o Rubro-Negro se defendia bem e tentava chegar na frente em bola parada. Logo, aos 20′, Thiago Neves cobrou escanteio fechado e quase marcou um gol olímpico.

A partir de então, começou uma sucessão de chances perdidas do RB Bragantino. Assim, aos 32′, Artur cortou para a esquerda e soltou a bomba que foi por cima do gol. Em seguida, Artur lançou Claudinho que cruzou na área do Sport e ninguém apareceu para mandar para as redes. Na sequência, foi a vez de Claudinho dar passe para Artur que chutou, a bola desviou em Adryelson e Luan Polli tirou com olhos. Aos 42′, Artur cruzou para Tubarão que se esticou, mas não conseguiu mandar para o gol.

2º TEMPO

Na volta do intervalo, o RB Bragantino traduziu o domínio do primeiro tempo em gols. Assim, aos 4′, Ricardo Ryller aproveitou sobra da defesa do Sport e mandou uma bomba, de muito longe, para abrir o placar. Em desvantagem, o Leão mudou a postura e tentou sair para o ataque, mas sem qualidade. Logo, aos 15′, Ytalo fez o pivô, tocou para Claudinho que ganhou na corrida de Maidana, cortou Adryelson e bateu no canto de Luan Polli, a bola ainda bateu na trave antes de morrer nas redes.

Com o placar satisfatório, a partida caiu em criação e ficou muito picotado por faltas e substituições. Assim, aos 22′, Bruno Tubarão recebeu pela esquerda, cortou para a direita e tentou o chute, a bola passou perto do gol de Luan Polli. Já na reta final, o RB Bragantino arrancou em contra-ataque com Tubarão que soltou uma bomba para grande defesa do goleiro do Sport. Em seguida, Cuello passou pela defesa leonina, tocou para Jan Hurtado que arriscou o chute para fora. Nos acréscimos, o Leão ainda tentou duas vezes com Lucas Mugni, mas sem sucesso.

RB BRAGANTINO x SPORT – E AGORA?

Dessa forma, com o resultado, o RB Bragantino volta a vencer depois de seis jogos e segue na 19ª posição com 16 pontos, mas empata com o primeiro clube fora do Z4, o Bahia. Já o Sport para nos 20 pontos e cai para a 11ª colocação. Agora, na próxima rodada, o Leão visita o Atlético-MG, no sábado (24), às 21h (horário de Brasília). Enquanto que o Massa Bruta recebe o Goiás, no mesmo dia, mas às 17h (horário de Brasília).

MELHORES MOMENTOS – RB BRAGANTINO x SPORT

Em breve.

Foto Destaque: Divulgação / RB Bragantino Twitter

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 692 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

BetWarrior


Poliesportiva


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

    Artigos Relacionados

    Deixe uma resposta

    Topo