Titular nos últimos jogos do Leeds, Raphinha vem ganhando espaço com o técnico Marcelo Bielsa. Contudo, em entrevista recente, o brasileiro afirmou que não esperava a mudança para a Inglaterra. No começo da temporada, o atleta deixou o Rennes, da França, para se juntar aos Whites por cerca de 18,5 milhões de euros. A quantia paga pelos ingleses, inclusive, apresentou números inferiores aos que os franceses pagaram para tirá-lo do Sporting um ano antes.

“Eu soube no sábado (dois dias antes de sua mudança), quando me juntei ao resto da equipe para treinar, que o Rennes havia aceitado uma oferta por mim”, declarou.

Pelo Rennes, Raphinha fez 36 jogos, tendo marcado oito gols e dado sete assistências. Assim, se tornou peça fundamental do time que conseguiu classificação direta para a fase de grupos da Champions League 2020/21. Dessa forma, após saber da intenção do clube em vendê-lo, o brasileiro se mostrou surpreso e disse se sentir desvalorizado.

“Fiquei um pouco surpreso, porque estava terminando minha temporada de estreia na França. Tínhamos começado bem a temporada na liga e já estava pensando em jogar minha primeira Champions League. Eles me disseram que não iriam querer me vender por menos de 60 milhões de euros. Saber que o clube aceitou a oferta, nem mais nem menos, sem me avisar, senti-me desvalorizado”, afirmou.

Apesar da fala de clube, Raphinha foi negociado junto ao Leeds por 18,5 milhões de euros, valor inferior aos 60 milhões ditos pela diretoria. Além disso, a negociação ficou abaixo dos 21 milhões de euros pagos pelos franceses para sua contratação junto ao Sporting, de Portugal.

Foto Destaque: Reprodução/Reuters

Renan Liskai
Renan Liskai
Muito prazer! Sou Renan Liskai, paulista, natural de Santo André. Desde 1998 falando, respirando, sorrindo, chorando e enlouquecendo por futebol. A vida de goleiro não deu certo, mas o jornalismo sempre esteve ali. Descobri que se não podia estar dentro de campo ou das quadras, eu poderia estar do lado de fora, mas sempre vivendo tudo isso. Sou daqueles que não perde um jogo de futebol por nada, seja ele qual for. Costumo dizer que esse esporte é assunto mundial e que não há uma pessoa no mundo que nunca tenha falado sobre tudo que acontece dentro e além das quatro linhas. Assim como todo mundo, carrego uma história e experiências. Sou filho, irmão, neto, amigo e sempre serei um eterno aprendiz dessa vida.

Artigos Relacionados