Raí (Foto Destaque: Instagram/Raí)

Em homenagem aos seus 50 anos, o PSG fez um prêmio para escolher seu maior ídolo. No entanto, a surpresa foi não ser Ronaldinho Gaúcho, Neymar e Thiago Silva. Mas, o ganhador foi Raí, ex-meia do time e atual diretor executivo do São Paulo.

A eleição possuiu 2,5 mil votos, dos quais 30% foram ex-jogadores, técnicos e dirigentes, 30% jornalista e 40% sócios. Dessa forma, Raí foi líder em ambos os grupos, já o atual camisa 10 do time francês ficou em 6º, Gaúcho em 3º e em 2º foi o ex-meia bósnio Safet Susic.

https://twitter.com/PSGbrasil/status/1311009497125654529

Portanto, Raí comentou à revista especial de 50 anos clube:

“Sinto um imenso orgulho. Estou muito honrado com essa gratidão que as pessoas manifestaram comigo. Não acredito necessariamente em destino, mas acredito em energias que atraem. Estava escrito que eu compartilharia essa história com o Paris”

O ex-meia marcou 71 gols em 204 jogos, atuando entre 1993 a 1998. Assim, o atleta conquistou seis títulos, dentre eles, o Campeonato Francês e duas Copas da França, além de ter feito parte do elenco que chegou à semifinal Champions League em 1995.

Ademais, Ibrahimovic ficou na 4ª colocação, seguido de Cavani, o maior artilheiro do clube com 200 gols, que foi o 9º, e Mbappé em 10º. Aliás, Carlo Ancelotti foi o maior técnico, com Lauren Blanc na 2ª posição.

O clube parisiense colocou o seu time ideal na história, mas Neymar não está entre eles.

  • Goleiro: Bernard Lama
  • Zagueiros: Thiago Silva, Ricardo Gomes e Marquinhos
  • Meio-campistas: Raí, Verratti, Luis Fernández e Susic
  • Atacantes: Ibrahimovic, Pauleta e Ronaldinho

Foto Destaque: Instagram/Raí

Gabriel Yudi Gati Isii
Sou aluno de Jornalismo da PUC-SP (3/8). Sou um grande fã de futebol e do Pelé. Meus sonhos são cobrir uma Copa do Mundo em loco e dar um espelho para que pessoas iguais a mim, asiáticos, tenham alguém para se inspirar.

Artigos Relacionados