Rafa Marquez o el Kaiser mexicano é o assunto da coluna papo Azteca da semana. A saber, o zagueiro central fez história no futebol mundial e conquistou diversos títulos. Dessa forma, entre um clube e outro a estrela do mexicano sempre brilhou, além disso sempre foi lembrado na Seleção Mexicana. Assim, o camisa 4 fez história por onde passou.

RAFA MARQUEZ E SUA HISTÓRIA

O zagueiro mexicano Rafa Marquez nasceu em Zamora, Michoacán no dia 13 de fevereiro de 1979. Aos 14 anos iniciou sua carreira nas categorias de base do Atlas FC. Sua primeira partida oficial aconteceu no Estádio Monumental Jalisco contra o Pumas. A saber, desde o começo conquistou a titularidade na equipe principal e nunca mais saiu. Primeiramente com o técnico Efraim Flores e depois sob o comando do argentino Ricardo La Volpe.

AS MÔNACO

A primeira equipe o qual fez parte na Europa foi o As Mônaco da França. Em sua primeira temporada conquistou o título da Ligue 1 e fez parte da segunda melhor defesa do campeonato. Em entrevista coletiva Rafa Marquez disse que depois do Mundial sub 20, o técnico da Seleção Mexicana o chamou para jogar a Copa América e isso foi determinante para chamar a atenção do Rouge et Blanc.

“Graças a Copa do Mundo, Lapuente chamou torrado e eu para jogarmos a Copa América. Contra o Chile enfrentamos Zamorano e Salas e nesse jogo o povo de Mônaco foi ver Pablo Contreras e Graças a minha atuação chamei a atenção deles. Depois eles foram me procurar, dei o contato direto do Atlas e eles começaram a conversar para que eu pudesse chegar no Mônaco,” disse Rafa Marquez.

RAFA MARQUEZ NO BARCELONA

Na Catalunha, o kaiser trabalhou com Pep Guardiola um dos maiores treinadores da atualidade. Além disso, jogou ao lado do maior zagueiro da história do clube, Carles Puyol. Nesta mesma equipe Rafa Marquez teve a oportunidade de ver Ronaldinho Gaúcho, Messi e Xavi jogando juntos. Sem dúvida foi uma das maiores equipes da época. Segundo ele, tudo aconteceu muito rápido no decorrer dos 4 anos gloriosos pelo clube.

“Tudo aconteceu muito rápido. Foram 4 anos, mas você não percebe. O processo de ver como a equipe estava crescendo, eles se davam muito bem, conheciam a situação de cada um, os salários de cada um, sabiam qual era a hierarquia. Rafa Marquez e Puyol formaram um grupo de amigos nos bons e mais momentos.” Falou Rafael.

DO NEW YORK BULLS PARA O LEÓN

Descrita como a pior fase da carreira, el Kaiser Azteca se recupera após volta para o México. Do Atlas FC até o Barcelona Marquez conquistou títulos importantes. No entanto, no New York Bulls o zagueiro central passou em branco de 2010 até 2012 quando resolveu voltar para Liga MX e defender o Club León. Desse modo, o mexicano recuperou o prestígio depois de ter ganhado o campeonato mexicano e novamente voltou para Europa e foi jogar na Itália.

DE HELLAS VERONA AO ATLAS FC

Aos 35 anos Rafa acertou com o Hellas Verona depois da Copa do Mundo de 2014. Por lá encontrou outros jogadores acima dos 30 anos como: Luca Toni, Javier Saviola e Matusalém. Entretanto, não tiveram muito sucesso na temporada e o próprio Rafael Marquez sofreu com lesões. Dessa maneira, el Kaiser de Michoacan não teve outra alternativa a não ser voltar para sua casa depois de 16 anos fora e encerrar sua carreira.

RAFA MARQUEZ NA SELEÇÃO MEXICANA

Sua história se estendeu até a Seleção Mexicana e futebol mundial. Na última Copa do Mundo da Rússia em 2018, o camisa 4 da seleção ganhou as honras por ser o 4° jogador a disputar cinco Copas. Com esta Marca, se igualou ao goleiro mexicano Antônio Carbajal, o meia alemão Lothar Mathias e ao italiano Buffon.

TÍTULOS NA CARREIRA

Com 22 anos de estrada, o príncipe da Catalunha conquistou vários campeonatos. Logo no início conquistou a Copa das Confederações de 1999 em cima do Brasil. Depois disso ganhou a Liga francesa, Supercopa da França e a Taça da Liga pelo AS Mônaco. Por outro lado, no Barça foi Campeão quatro vezes da Liga Espanhola, conquistou três vezes a Supertaça da Espanha e uma Copa do Rei. Além disso, Duas Champions League, um Mundial de Clubes e uma Supertaça Europeia.

Em sua volta ao México para clube León, teve a oportunidade de se tornar Bicampeão da Liga MX em 2013 e 2014. A saber, ganhou duas vezes a Copa Ouro em 2003 e 2011 além de ter conquistado  a Taça Concacaf em 2015.

DE DIRIGENTE A TREINADOR NA ESPANHA

Apesar de tudo que conquistou como atleta, o Kaiser não parou por aí. Após a Copa do Mundo de 2018 foi anunciado pelo Atlas como diretor esportivo do clube. Segundo entrevista coletiva, o zagueiro central declarou que seu objetivo seria implantar o estilo de jogo do Barcelona na equipe mexicana. No entanto, seu trabalho não durou muito tempo até se tornar o novo treinador do RSD Alcalá da terceira divisão da Espanha.

Foto Destaque: Divulgação/ Pinterest

Avatar
Renan Braz
Meu nome é Renan Braz, tenho 34 anos, nasci no Rio de janeiro, Baixada Fluminense. Tomei a decisão de escrever conteúdo para internet em 2018 e não tinha como ter ido para outro ramo que não fosse o Futebol.

Artigos Relacionados