Questões judicias Corinthians

Questões judiciais e financeiras perseguem o time do Parque São Jorge. Dessa vez, o clube da Zona Leste de São Paulo, sofreu um bloqueio de R$ 500 mil reais em suas contas. O motivo é uma ação judicial movida pelo volante Marcelo Mattos. O Corinthians afirmou que a quantia foi disponibilizada ao jogador, pois a defesa do mesmo, aguarda a liberação em definitivo do dinheiro.

Assim, a juíza Renata Líbia Martinelli, da 79ª Vara do Trabalho de São Paulo tomou a decisão em maio e o clube paulista foi comunicado, no período de duas semanas, por um oficial de justiça. O processo teve inicio em 2012, o jogador cobrava os direitos de arena, férias proporcionais e deposito do FGTS.

Contudo, no início, a defesa do jogador, estabeleceu um valor simbólico de R$ 30 mil, porém no desenrolar do processo as cifras foram aumentando. Entretanto os valores totalizam 499,8 mil reais, sendo R$ 212,9 mil de juros, R$ 24,2 mil de negócios sociais e R$ 5 mil de honorários periciais.

Embora tenha ganhado na Justiça, a quantia referente ao processo até o momento não foi liberada para o jogador e seu advogado João Henrique Chimininazzo, que inclusive conversou com o Globoesporte.com sobre o assunto explicando como ambas as partes chegaram em um acordo judicial.

Atualmente, disputa a série D pelo Dom Bosco, clube do Mato Grosso. O volante possui duas passagens pelo Corinthians de 2005 a 2007 e 2009 a 2010. Com a camisa alvinegra disputou 159 jogos e marcou 20 gols, conquistando o Brasileiro de 2005. E essa faz parte de mais uma das questões judiciais que o Coringão enfrenta.

Foto destaque: Reprodução / Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians.

Henrique Martins
Formado em jornalismo e frequentador de estádio desde dos meus 17 anos. Além de torcer sempre prestava atenção nos jornalistas que trabalhavam nas partidas. Através das arquibancadas a comunicação esportiva foi uma das minhas escolhas para trabalhar no jornalismo.

Artigos Relacionados