Qual campeonato no Brasil é o mais competitivo?

O Brasil é conhecido mundialmente como o país do futebol. Além de ser pentacampeão da Copa do Mundo, possui inúmeros jogadores listados como os melhores da categoria. Por ser um país extenso, as competições são variadas e diversificadas. Mas será que conseguimos diferenciar a dificuldade de cada uma?

Hoje a coluna Rasgando o Verbo questiona: Qual campeonato no Brasil é o mais competitivo?

https://twitter.com/CBF_Futebol/status/1319685261211652100

Para entender melhor as competições existentes, vamos exemplifica-las!

Campeonato Brasileiro – Feminino

Desde 2013 o Brasileirão Feminino – Série A1, é a liga de futebol feminino profissional de clubes do Brasil. Atualmente, é a principal competição do país. No início o campeonato contava com a participação das 20 melhores equipes presentes no Ranking da Confederação Brasileira de Futebol Feminino.

No entanto, em 2017, a CBF reduziu os clubes que disputariam a primeira divisão. Desse modo, de 20 times passou para 16. O que resultou na criação da Série A2, que também conta com 16 equipes. Essa ampliação só aconteceu devido ao cancelamento da Copa do Brasil de Futebol Feminino.

Campeonato Brasileiro – Masculino

O Brasileirão foi criado em 1971, entretanto, a CBF reconhece a competição desde 1959. Mesmo tendo tido nome e formatos diferente. Assim, ao contrário do feminino, a versão masculina conta com quatro divisões. Dessa forma, mais de cem times estão espalhados entres as Séries A, B, C e D. A principal disputa fica entre os times da primeira divisão. No total, 20 clubes disputam o troféu de campeão brasileiro.

Entretanto, a competição também proporciona outras recompensas nas 38 rodadas disputadas. Os quatros primeiros colocados se classificam para a fase grupos da Copa Libertadores. Enquanto os times que ficam em 5º e 6º, alcançam vaga nas qualificatórias da Libertadores. (A conhecida pré-libertadores) As equipes que ficarem do 7º até o 12º lugar, estarão na fase de grupos da Copa Sul-Americana. E por fim, os quatro últimos colocados caem para a segunda divisão.

 Estaduais

Os campeonatos estaduais são competições profissionais do Brasil, que são realizadas entre janeiro e abril nas regiões Nordeste, Centro Oeste, Sudeste e Sul. Decerto, cada estado tem as suas próprias regras, tanto de turnos e returnos, quanto de fases e mata-mata. Para alguns clubes, essa é a única e principal competição disputada no ano inteiro.

Copa do Brasil

De fato, a competição já passou por inúmeras alterações ao longo dos anos. Em seu início, a Copa do Brasil consistia com a disputa de 32 clubes. No entanto, em 1996 passou a 40 e o número foi crescendo até chegar em 69 no ano de 2000. Contudo, desde 2017, 91 equipes participam do torneio. Entretanto, a fase atual possui mudanças significativas. A disputa se inicia com 80 times, sendo que os outros 11 entrarão diretamente nas oitavas de final.

Segue um resumo das principais alterações:

1 – Os times da Libertadores podem se enfrentar nas oitavas de final;

2 – O vice-campeão da Copa do Brasil não pode ter direito a uma vaga na Libertadores ou Supercopa do Brasil;

3 – Não há gol qualificado como critério de desempate;

4 – Visitantes tem vantagem do empate na primeira fase;

5 – O número de cartões é zerado após a 4ª fase da competição;

6 – Somente nas quartas de final que haverá definição dos cruzamentos para a busca do título.

Opinião: Qual campeonato no Brasil é o mais competitivo?

Competitividade é algo relativo no Brasil. Decerto, para o futebol feminino, por exemplo, o Campeonato Brasileiro – Série A1 sem dúvidas é o mais disputado. É lá onde as grandes e estruturadas equipes se destacam, tem mais visibilidade e brigam pelo título. Para clubes de menor expressão como o Água Santa (SP), o campeonato estadual, o Paulistão, é o local onde a equipe vai dar tudo de si para chegar à final.

Entretanto, no caso do masculino, temos o Campeonato Brasileiro. De fato, o Brasileirão é longo e por vezes cansativo. Em 38 rodadas de pontos corridos, é premiado aquele que alcançar a maior pontuação. Assim, os clubes brasileiros apreciam a competição por ser a principal do país e por oferecer outras recompensas. Sendo elas, uma vaga na Libertadores da América e na Copa Sul-Americana. Geralmente, os times de maior expressão ficam entre os primeiros colocados e se sagram campeões.

Mas afinal, o que seria de fato competitivo? Em minha humilde opinião de telespectadora e torcedora, creio que a Copa do Brasil supre todas as necessidades de uma boa competição acirrada. Tem a soma de pontos e a amada fase do mata-mata. No campeonato, 91 clubes espalhados pelo país possuem a mesma chance de levantar o caneco.

Contudo, acredito que a Copa do Brasil pode proporcionar aos times que possuem menos recursos chegar à final e jogar de igual para igual com o maior campeão da competição. Como explicar isso? Esse é um dos mistérios de se assistir a grandiosa Copa do Brasil.

 

Foto destaque: Reprodução/ Lucas Figueiredo/CBF

Bruna Gama
Eu sou a Bruna Gama. Paulistana, aspirante a jornalista esportiva e amante do futebol raiz. Grito, sofro, choro e corneto. Afinal para mim, não é só um jogo!

Artigos Relacionados