Pumas x Cruz Azul (Foto destaque: Divulgação/Pumas)

O que parecia impossível aconteceu. Neste domingo (6), pelo jogo de volta da semifinal do Apertura Mexicano 2020, o Pumas completou a missão contra o Cruz Azul, no Estádio Olímpico Universitário. Um resultado de 4 x 0 colocou o time da casa na final da Liguilla, já que, sem desistir, a equipe de André Lillini fez um jogo perfeito e eliminou os rivais de maneira espetacular. Ah, o futebol…

1º TEMPO

Logo aos 3′, após escanteio, a bola sobrou para Juan Dinenno, que chutou e começou a remontada do time da casa. Depois, Iturbe chutou pela direita, Jurado defendeu e, no rebotre, de novo Dinenno estava no lugar certo pata marcar seu segundo gol no jogo. Havia dúvida sobre a posição de Iturbe, mas o juiz validou o tento. Na sequência, Juan Vigón lançou González, que tentou cruzar, mas ficou com a bola e finalizou cruzado, anotando o terceiro gol do Pumas.

Então, dois lances polêmicos favoreceriam o Cruz Azul. Primeiro, um pênalti em cima de Jonathan Rodríguez e, em seguida, uma falta perigosa em Luis Romo. Porém, o árbitro acabou não dando nada nos dois lances. Nos acréscimos, o Universidad quase marcou o quarto, mas Jurado fez a defesa. Além disso, Cabecita ficou perto de descontar para a Máquina Cementera, se não fosse a intervenção de Julio González.

2º TEMPO

Na etapa final, as duas equipes seguiram com tudo no ataque. Os nervos estavam tão à flor da pele no time visitante que foi possível ver Pineda e Romo discutindo no meio do campo. Entre tantas chances criadas, o Pumas conseguiu aproveitar uma, aos 43′.

Após vários cruzamentos desesperados na área, a tentativa de Mozo encontrou Vigón, que, sem nenhuma marcação, chutou e completou a remontada do UNAM. Assim, o Cruz Azul foi eliminado e ficará um bom tempo tentando entender o que se passou na noite deste domingo.

PUMAS X CRUZ AZUL – E AGORA?

Em conclusão, a vitória heróica classificou o Pumas para a grande final contra o León, que se inicia na quinta-feira (10). Já a Máquina Azul dá adeus à competição de maneira melancólica, sendo vítima desse espetáculo chamado futebol.

MELHORES MOMENTOS – PUMAS X CRUZ AZUL

Foto destaque: Divulgação/Cruz Azul

Avatar
Rafael Sant'Ana
Escolhi o jornalismo porque sou apaixonado por informação e esportes desde sempre. Enquanto estudante, já escrevi textos sobre esportes americanos para alguns sites. Tenho o sonho de exercer a profissão no exterior. Dedicação e interesse por estudar são algumas de minhas marcas.

Artigos Relacionados