PSG registra perda de quase R$600 milhões no ano

- Um estudo mostrou as perdas por conta da pandemia
PSG PERDEU MUITO DINHEIRO (INFOGRAFIA/GE)

A consultoria KPMG divulgou nesta segunda-feira (11) um estudo sobre os seis campeões da principais ligas da Europa. Então, as equipes são: Juventus, PSG, Bayern de Munique, Liverpool, Porto e Real Madrid. Ademais, o levantamento traz detalhes dos impactos da pandemia do novo coronavírus nas finanças dos clubes.

Todos os seis campeões sofreram queda nas receitas operacionais. No entanto, Juventus, Paris Saint-Germain e Porto, a redução foi acima de 10%. Já no Bayern, Liverpool e Real conseguiram amenizar. Todavia, os alemães e os espanhóis foram exceções no futebol, ao anotarem lucros líquidos em 2019/20.

PSG O QUE MAIS PERDEU DINHEIRO

Ainda mais, o clube com a maior queda percentual na receita anual foi o Porto (-50%). O que mais perdeu dinheiro no total foi o Paris Saint-Germain: 95,4 milhões de euros. Já o menos impactado foi o Bayern de Munique: diminuição de 3%, ou 18,3 milhões de euros.

Além disso, as principais conclusões do estudo foram:

  • O Real Madrid foi o campeão com a maior receita registrada entre os clubes analisados: 681,2 milhões de euros.
  • O PSG teve prejuízo líquido de 125,8 milhões de euros, o mais alto de todos. Consequência do cancelamento da liga.
  • O clube que mais perdeu dinheiro de “matchday” (dia de jogo) foi o Real Madrid: 34,9 milhões de euros.
  • A renda com direitos de transmissão caiu para todos, dada a redução ou adiamento de jogos das ligas e dos torneios europeus.
  • Bayern de Munique e Real Madrid foram os únicos a registrar lucro líquido: 5,9 milhões de euros e 300 mil euros, respectivamente.

Então, o chefe global da área de esportes da KPMG e autor do relatório, Andrea Sartori, finalizou:

“A crise do coronavírus levantou a questão sobre a sustentabilidade financeira do ecossistema do futebol como um todo, e expôs a sua fragilidade. Até mesmo antes da pandemia, salários inflacionados, combinados com crescentes taxas de transferências e percentuais de agentes, colocavam uma pressão significativa sobre as finanças dos clubes. A crise ampliou as falhas do modelo de negócio.”

Foto Destaque: Divulgação/Reprodução/Infografia/GE

BetWarrior


Poliesportiva


Gabriel Yudi Gati Isii
Gabriel Yudi Gati Isii
Escolhi jornalismo porque tenho paixão pelo futebol. Faço faculdade na PUC-SP e já estudei na Etec Albert Einstein. Meu sonho é viver do esporte que admiro.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Topo