A profecia de Durval

Na Ilha do Retiro (PE), o Sport-PE venceu por 1 a 0 o Campinense-PB. A partida seguiu equilibrada até os 50 minutos do segundo tempo, quando o camisa 4, Durval do Sport balançou a rede e fez a alegria da torcida. Durante a semana o autor do único gol do jogo disse: “Se algum paraibano for comemorar, que seja eu”.

Em campo os dois times mostraram atitude e alguns erros. Aos 24 minutos do primeiro tempo Bruno do Campinense levou um cartão amarelo por reclamar de forma ostensiva a decisão da arbitragem.

Durante o segundo tempo foram quatro cartões amarelos para o Sport; Christiano aos 12 minutos; Durval aos 14’; Rithely aos 36’; e Luiz Antônio aos 6 minutos do acréscimo.

O jogo teve no total 11 minutos de acréscimos, pois além das seis substituições o goleiro do Campinense, Gledson, precisou ser atendido médico dentro do campo o que ocasionou mais 5’ minutos além dos dois previstos para a partida.

Para o próximo jogo, o Sport precisa apenas de um empate para seguir para a final. O técnico do time pernambucano, Falcão, não se preocupa com a partida de volta apenas com os jogadores.

O jogo de volta será domingo (17 de abril), no Amigo (Ernani Sátyro em Campina Grande na Paraíba).

Maria Angélica Andrade

Sobre Maria Angélica Andrade

Maria Angélica Andrade já escreveu 73 posts nesse site..

Sou Maria Angélica Andrade, moro em São Paulo, tenho 27 anos. Faço Jornalismo e amo esportes em especial futebol. Escrever sobre um esporte tão querido pelos brasileiros é motivo de orgulho e muita responsabilidade.

BetWarrior


Poliesportiva


Maria Angélica Andrade
Maria Angélica Andrade
Sou Maria Angélica Andrade, moro em São Paulo, tenho 27 anos. Faço Jornalismo e amo esportes em especial futebol. Escrever sobre um esporte tão querido pelos brasileiros é motivo de orgulho e muita responsabilidade.

    Artigos Relacionados

    Topo