Rafael Tenório, presidente do CSA, projeta 2021 - Foto destaque: Denison Roma/GloboEsporte.com

Inegavelmente, a pandemia causada pelo novo coronavírus afetou bruscamente as finanças dos clubes de futebol. Então, em Alagoas, o cenário também é ruim. Presidente do CSA, Rafael Tenório disse como o clube está enfrentando a crise.

– Posso te dizer que, para este ano de 2020, o déficit financeiro do CSA será de cerca de R$ 15 milhões. A queda de renda, de patrocínios, do sócio-torcedor… Tudo isso afetou drasticamente o planejamento que tínhamos para esta temporada.

CSA no Verde

Posteriormente, o dirigente azulino revelou o que fez para fechar o ano com as contas positivas.

O que fizemos para manter o clube equilibrado é fruto de muita organização. Mas se não tivéssemos feito uma organização eficiente com as receitas do ano passado, eu digo seguramente que o CSA poderia terminar o ano de 2020 quebrado.

O que esperar para 2021?

A saber, Rafael disse ainda como vê a próxima temporada para o futebol brasileiro.

– Sinceramente, eu vejo um cenário ainda pior no próximo ano. Os patrocinadores estão num período de contenção de despesas e, com isso, as receitas dos clubes vão cair drasticamente. Quem não estiver com o planejamento organizado, vai ter muita dificuldade para se manter.

Logo depois, falou sobre a expectativa de retorno do público às arquibancadas. Com isso, Tenório não se mostrou otimista.

– Eu não vejo como ter presença de público nos estádios no primeiro semestre do próximo ano.

Foto destaque: Denison Roma/GloboEsporte.com

Alexandre Vieira
Sou Alexandre Vieira, 31 anos, estudante de Jornalismo pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e apaixonado por esporte, principalmente futebol. Quando moleque, sonhava em ser jogador, porém não tive oportunidade. Daí nasceu a paixão pelo jornalismo e a esperança de assim poder ficar famoso, realizar o sonho de me aproximar de ídolos, estádios e cobrir competições históricas. Tenho um senso de humor gigante e sou legal até quando meu time perde.

Artigos Relacionados