Preparação do sub-23 do RB Bragantino para o Brasileirão de Aspirantes

No mês de julho, Fábio Matiasnovo treinador do sub-23 do RB Bragantino, destacou que tem procurado conhecer melhor como funciona o clube, as características dos atletas, saber o que o Massa Bruta espera de cada jogador. Em meio a isso, comandado a preparação para o Brasileiro de Aspirantes.

Preparação para o Brasileirão de Aspirantes

Nesta preparação para o nacional, o time também já fez alguns amistosos contra equipes profissionais que se preparam para a Copa Paulista. Assim, o time venceu o Primavera e o Desportivo Brasil, empatou com a Portuguesa e o XV de Piracicaba e foi derrotado pelo São Bento. Enfim, os jogos foram disputados em dois tempos de 45 minutos e, em cada etapa, o treinador utilizou um time diferente.

“O que menos importante para nós é o resultado, principalmente pensando em equipe 1 e equipe 2. Em todos os jogos, o primeiro tempo foi uma equipe e, no segundo, foi outra equipe. Isso começa a gerar competitividade interna, começa gerar equilíbrio interno. Se eu fosse pensar só no resultado em si, teria feito já uma linha de corte no sub-23. Dado menos minutagem para alguns e mais minutagem para outros. Todos os jogos são a equipe 1 e equipe 2. Dentro disso, vou brincando. Equipe 2 vem para 1 e vice-versa. Assim, vamos alternando esses movimentos e dando oportunidades para todos os meninos que estão aqui. Acho que isso é o mais importante.”

Segundo o treinador, a equipe tem como principais características ser propositiva e agressiva, como é a filosofia de jogo de todos os times que são gerenciados pela empresa Red Bull.

Quando o RB Bragantino estreia no Brasileirão de Aspirantes?

A saber, o RB Bragantino está no Grupo B do Brasileirão de Aspirantes, ao lado de Juventude, Ponte Preta e Vila Nova-GO. Assim, a estreia será no dia 30 deste mês, contra o Vila Nova, às 15h, em Goiânia. Nesta primeira fase, os times se enfrentam em turno e returno. Os dois melhores da chave avançam às quartas de final.

“Quando começa desenvolver (o trabalho), tem que ter a questão de cultura vencedora. Isso é um ponto importante também. Eu que vim trabalhando em clubes grandes. Se você não tiver a cultura vencedora, vai sofrer muito. A gente traz essa cultura vencedora também. Mas o importante é jogar bem, desenvolver bem. Tendo isso ao meu controle, automaticamente consigo ter o resultado. Estamos esperando ter bons resultados, passar a primeira fase da competição. A importância de passar a primeira fase da competição está relacionada com o número de jogos. Quanto mais jogos eu tiver dentro da competição, melhor. Tivemos a possibilidade de jogar a Copa Paulista, mas tivemos a preferência de jogar o Aspirantes.”

Foto destaque: Divulgação/ Fernando Roberto/ RB Bragantino

Enzo Pires
Tenho o sonho de trabalhar com o que eu mais amo, que é o FUTEBOL. Amante desse esporte desde criança, queria ser jogador, mas como não deu certo, agora eu busco trabalho com isso, só que fora de campo.

Deixe um comentário