Indicados ao Prêmio da UEFA (Foto: Goal.com)

Nesta quarta-feira (23), a Uefa divulgou os finalistas para o prêmio de melhor jogador da Europa. De antemão, são eles: Manuel Neuer, goleiro do Bayern de Munique, Robert Lewandowski, atacante do time alemão, e Kevin De Bruyne, meio-campista do Manchester City. No entanto, Neymar, que era um dos grandes cotados para ser o ganhador, foi o 4º no ranking, dividindo posição com Lionel Messi, Cristiano Ronaldo ficou na 10ª posição.

Sobre a temporada dos indicados ao prêmio:

Manuel Neuer, o paredão

O arqueiro alemão foi o mais questionado em estar entre os finalistas. Contudo, o goleiro mostra que fez uma bela temporada, atuou em 51 jogos e não sofreu gols em 22 partidas. Ainda mais, conquistou os títulos com o Bayern: Champions League, Bundesliga e Taça da Alemanha.

https://twitter.com/FCBayern/status/1308775914889674753

Robert Lewandowski, o artilheiro

Por outro lado, o centroavante fez 47 jogos, com 55 gols e 10 assistências, números incríveis para uma única temporada. Além do mais, foi campeão, junto com Neuer, em ambos os títulos com o Bayern de Munique.

https://twitter.com/FCBayern/status/1308778846372671490

Kevin De Bruyne, o maestro

No entanto, o meia igualou os números de Henry com 20 assistências na Premier League. O belga atuou em 48 partidas, marcou 16 gols e concedeu 23 assistências. Aliás, com o Manchester City, De Bruyne conquistou a Taça da Liga da Inglaterra na temporada 2019/20.

View this post on Instagram

MATCHDAY -1 ⚽️ #mancity

A post shared by Manchester City (@mancity) on

Mais informações sobre o prêmio

O prêmio Uefa é exclusivamente para jogadores e técnicos da Europa. Além do mais, o prêmio será sediado em Nyon, na Suíça, no dia 1 de outubro. Ademais, as disputas são para melhor jogador, melhor treinador masculino, melhor jogadora e melhor treinador feminino.

Foto destaque: Reprodução/Goal.com

Gabriel Yudi Gati Isii
Sou aluno de Jornalismo da PUC-SP (3/8). Sou um grande fã de futebol e do Pelé. Meus sonhos são cobrir uma Copa do Mundo em loco e dar um espelho para que pessoas iguais a mim, asiáticos, tenham alguém para se inspirar.

Artigos Relacionados