Premier League doa R$ 6,6 milhões para Inglês feminino

A temporada 2019/2020 da FA Women’s Super League foi encerrada no último dia 25 de maio, com o  sendo declarado campeão. Devido a pandemia do coronavírus, os jogos foram pausados sem previsão de retomada. Diante disso, a Premier League, organizadora do Campeonato Inglês masculino, fez uma doação de R$ 6,6 milhões. Para que assim, a liga feminina do país possa retornar na próxima temporada e dessa forma, seguir com todos os cuidados e testes necessários.

O executivo-chefe da Premier League, Richard Masters, relatou em conversa para o Departamento de Cultura, Mídia e Esporte da Inglaterra, que pretende passar a gerir a Women's Super League (Superliga Feminina). Atualmente, a competição é gerida pela FA (Associação inglesa de Futebol).

“De uma perspectiva pessoal, é algo que eu gostaria de fazer no futuro por essa organização – não apenas ser responsável pelo topo da pirâmide em termos de jogos masculinos, mas também de mulheres. Essas duas coisas funcionariam de mãos dadas muito bem e inspiraria uma geração de jovens futebolistas a se envolver no jogo”, afirmou Masters.

Nenhuma verba extra havia sido designada à testagem nas competições femininas do futebol inglês. Contudo, Kelly Simmons, diretora de futebol profissional da FA, agradeceu à Premier League pela importância da doação realizada. “Isso nos permitirá cumprir com os protocolos de testes quando voltarmos para a temporada 2020/2021”, ressaltou Kelly.

Foto destaque: Reprodução/Getty Images

Bruna Gama
Eu sou a Bruna Gama. Paulistana, aspirante a jornalista esportiva e amante do futebol raiz. Grito, sofro, choro e corneto. Afinal para mim, não é só um jogo!

Artigos Relacionados