Rebaixamento do Atlético-GO no brasileirão de 2017

Para a Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS), o Campeonato Brasileiro é o 3° mais difícil do mundo. A 1ª divisão brasileira reúne 20 clubes, que, seja por sua história, seu orçamento ou por seu futebol jogado, se dividem por metas à atingir, travando internas disputas na tabela da competição. Com isso, alguns times brigarão pelo titulo, outros pela vaga na Libertadores e alguns desses brigarão pela permanência na elite do futebol brasileiro. No entanto, a pergunta que fica é: nesse Brasileirão quais elencos irão lutar contra o rebaixamento?

ATLÉTICO GOIANIENSE

O Atlético-GO  é um dos aspirantes na briga pela permanência na série A do Campeonato Brasileiro. O time de Goiás conseguiu sua vaga na 1ª divisão após um ano bastante conturbado e uma classificação emocionante nas ultimas rodadas da competição, fechando-a, como 4° colocado. O clube tricolor precisará contar com um elenco que, além da sua qualidade, terá de ser numeroso para  dar conta da longa temporada do futebol brasileiro. Assim como, terá que buscar uma regularidade que não tinha no ano anterior. Contudo, esse será o principal problema para o clube.

Assim como os demais times de menor expressão, o Atlético depende, quase que exclusivamente, dos direitos televisivos e da bilheteria para manter seus jogadores e funcionários devidamente pagos. Devido a paralisação do Campeonato Goiano, o Dragão   tem sua receita ameaçada para um eventual inicio do Brasileirão. Recentemente o clube entrou em conversa com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) buscando,  junto ao governo federal, algumas alternativas para questão financeira da instituição. Dado estes motivos, a construção de um bom elenco torna-se cada vez mais difícil, fazendo a Locomotiva Rubro-Negra entrar na competição com uma meta, que é a permanência na elite do futebol brasileiro.

https://twitter.com/ACGOficial/status/1253361452318154752

BOTAFOGO

O Botafogo passa por uma fase conturbada, tanto em campo, quanto em sua gestão. O time vem  de um quase rebaixamento no ano de 2019, além de, recentemente, já ter visitado a 2ª divisão do Campeonato Brasileiro. O clube carioca conta com um elenco limitado, apesar da chegada do japonês Honda. Ou seja, o desafio dessa diretoria será construir uma base de elenco que consiga suprir as necessidades dentro de campo. O que coloca o Fogão nessa situação é, principalmente, o atual estado financeiro do clube, que se vê sem patrocinador Master e ser grandes investimentos.

Quando fazemos um pequeno comparativo entre o Botafogo de 2019 e o atual, vemos, claramente, que não houve grandes mudanças. O time que foi um dos piores do Brasileirão de 2019 continua da mesma forma: sem padrão de jogo, sem estrutura condizente ao tamanho do clube e sem um planejamento que tente tirar a instituição desse ciclo. Devido a esses motivos, o Fogão torna-se um dos possíveis candidatos a um eventual rebaixamento.

https://twitter.com/Botafogo/status/1252971318359863298?s=20

SPORT

Assim como os demais clubes aqui citados, O Sport tem um grande problema quanto a situação financeira. As últimas noticias do clube giram em torno de dividas e negócios mal acabados. Ao ponto de buscar um adiantamento bancário solicitado pelo clube para auxiliar no pagamento das contas. Diante disso, o Gigante pernambucano terá que entrar em um mercado de baixo custo para montar seu elenco. Traçando uma eventual briga contra o rebaixamento, que já é aceita pela diretoria.

No entanto, devido a dificuldade que se vê no Brasileirão, o Rubro-negro torna-se um dos mais cotados para regressar a 2ª divisão.  Com uma competitividade que só aumenta, o material humano torna-se imprescindível  para a permanência, mas vemos, com exatidão,  que para o Sport resta poucas chances de almejar algo grande dentro dessa competição.

OUTROS CLUBES CONTRA O REBAIXAMENTO

Alguns outros times também estão nesse mesmo patamar de luta contra o rebaixamento, onde a situação financeira é ruim, o elenco não ajuda e a queda é, aparentemente, eminente. Cabe aqui  citar, rapidamente, alguns desses clubes, por exemplo: O Vasco. O Gigante carioca vive uma das piores épocas da sua história, onde nada dá certo para o esquadrão Cruz-maltino e em todos os anos o rebaixamento parece inevitável, e em alguns dos anos realmente foi.

Da mesma forma, Goiás e Ceará podem ser um dos que retornarão à 2ª divisão. O time Goiano perdeu sua principal estrela, Michael, para o Flamengo, e não buscou substitutos, ou se quer, uma renovação de elenco. Já o Vozão, que quase foi rebaixado em 2019, continua sendo um dos cotados. O Alvinegro se livrou da queda por pouco, nas ultimas rodadas do campeonato e passa, atualmente, por uma remodelação com novas peças no elenco, além de um novo técnico.

Foto destaque: Marcos Souza/Estadão Conteúdo

Avatar
Luiz Felipe Santos
Olá, meu nome é Luiz Felipe, tenho 19 anos de idade, que foram de total amor a tudo que era relacionado a esportes, principalmente o futebol. Atualmente sou estudante de jornalismo pela UFAL. Como todo (ou quase todo) brasileiro, sonhava em ser jogador de futebol, ao ver que isso não seria mais possível, escolhi algo que me colocasse o mais perto possível desse esporte. Hoje meu dever é tratar com ética e responsabilidade as informações que permeiam o mundo dos esportes.

Artigos Relacionados