Portugal: Aprovação máxima no último teste antes da Eurocopa

No dia de ontem, quarta-feira 08 de junho, parece que foi o dia separado para goleadas. Se no Estados Unidos o Brasil goleou, em Portugal, a seleção goleou também com 7 gols a seleção da Estônia sem sofrer nenhum.

O galã e craque da seleção, Cristiano Ronaldo só chegou a jogar 45 minutos que foram o suficiente para deixar sua marca dobrada. Mas o craque do jogo foi Quaresma que marcou o gol mais bonito da partida e fez mais um, estava inspirado com jogadas incríveis e dando passe para três gols. Ainda balançaram a rede: Danilo Pereira, Éder e Mets (contra).

Esse foi o último teste antes da Eurocopa, que ocorrerá na França, onde estreiam na próxima terça feira 14 contra a Islândia pelo grupo F. Com certeza apesar do adversário fraco emplacar um goleada é reconfortante de que estão fazendo um bom trabalho e aumenta a confiança para a próxima competição tão difícil. Agora só esperar que esse desempenho seja mantido na Euro e que possamos ver mais show de bola tanto do Cristiano Ronaldo quanto de tantos outros craques e suas seleções.

Paula Barcellos

Sobre Paula Barcellos

Paula Barcellos já escreveu 8 posts nesse site..

Eu tenho 24 anos e cresci vendo meu avô, que faleceu esse ano, sua torcida apaixonada pelo Flamengo. Lembro de quando era pequena e estar na casa deles e quando o Flamengo ganhava o campeonato a alegria que era. Minha mãe também sempre foi apaixonada por futebol, flamenguista doente também. Quando minha mãe casou de novo, o primeiro programa que meu padrasto fez comigo e com a minha irmã foi nos levar para conhecer o Maracanã. E que emoção! Entrar e ver aquela torcida gritando, eu com 15 anos me apaixonei por futebol. E virei fanática e continuo assim. E meu coração fica um pouco vazio quando o futebol entra de férias mesmo que seja as minhas férias também. E a escrita também é uma paixão desde que me entendo por gente, já que desde novinha lá estava eu escrevendo e sonhando em lançar um livrou e na adolescência virou uma coluna em uma revista. A vontade de juntar as duas veio quando decidi fazer jornalismo, afinal nunca tinha tentado mesclar. E quando escrevi o texto sobre isso me vi amando ainda mais escrever. Foi natural, pois eu sempre escrevia sobre o que sentia e futebol é também o que sinto. Enfim para não me alongar mais, acredito que escrever é minha visão do mundo e o futebol é a minha visão apaixonada da versão miniatura dela, já que a bola também é uma esfera.

BetWarrior


Poliesportiva


Paula Barcellos
Paula Barcellos
Eu tenho 24 anos e cresci vendo meu avô, que faleceu esse ano, sua torcida apaixonada pelo Flamengo. Lembro de quando era pequena e estar na casa deles e quando o Flamengo ganhava o campeonato a alegria que era. Minha mãe também sempre foi apaixonada por futebol, flamenguista doente também. Quando minha mãe casou de novo, o primeiro programa que meu padrasto fez comigo e com a minha irmã foi nos levar para conhecer o Maracanã. E que emoção! Entrar e ver aquela torcida gritando, eu com 15 anos me apaixonei por futebol. E virei fanática e continuo assim. E meu coração fica um pouco vazio quando o futebol entra de férias mesmo que seja as minhas férias também. E a escrita também é uma paixão desde que me entendo por gente, já que desde novinha lá estava eu escrevendo e sonhando em lançar um livrou e na adolescência virou uma coluna em uma revista. A vontade de juntar as duas veio quando decidi fazer jornalismo, afinal nunca tinha tentado mesclar. E quando escrevi o texto sobre isso me vi amando ainda mais escrever. Foi natural, pois eu sempre escrevia sobre o que sentia e futebol é também o que sinto. Enfim para não me alongar mais, acredito que escrever é minha visão do mundo e o futebol é a minha visão apaixonada da versão miniatura dela, já que a bola também é uma esfera.

    Artigos Relacionados

    Topo