Pesadelo Culé

Tive um pesadelo hoje. O Real Madrid era líder da Liga com 12 pontos sobre Barça. Messi tinha sido flagrado na balada com Kevin Roldán logo depois de perder por 4-0 o clássico contra o Atlético de Madrid. Suárez era suspeito de extorquir seu colega de seleção, Cavani, com um vídeo de escândalo sexual. Neymar escapava da polícia a 200Km/h antes de se esconder na Ciudat Sportiva.

Xavi, lenda da equipe e nosso capitão, saia do clube pela porta de trás, sem homenagens e praticamente expulso pelo presidente. O Barça não conseguia a contratação do Ter Stegen por um problema de Fax; deixou para o último minuto da janela de contratação, anunciou a transferência e depois virou piada. Bartomeu demitia Luis Enrique, técnico que nos deu uma Champions, e em seu lugar colocava Ronaldinho, ex-jogador e sem experiência de treinador, como novo técnico da equipe.

A FIFA sancionava o Barça por irregularidade com os jogadores da base, punindo com um ano sem contratação e deixando os jogadores da base sem jogar; isso depois de os torcedores do Barça terem passado meses rindo do Real Madrid que sofreu a mesma punição pelo mesmo delito.

Enquanto isso, o Real Madrid ia em busca do seu segundo triplete consecutivo. No clássico meteu um passeio de 4-0 no Barça em pleno Camp Nou. E ainda nos eliminavam da Copa do Rei por escalação indevida do Arda Turán. O time de Madrid chegava na final do torneio, solicitava o estádio do Barça para hospedar a final, mas o clube arranjou um show do Bruce Springsteen de última hora só para não arriscar ver o seu rival sendo campeão no seu estádio.

A BBC dava aulas de futebol, era considerado o melhor tridente ofensivo da história do futebol. Todos os meios esportivos falavam do entrosamento do tridente e da equipe, que não dava sinais de enfraquecer tão cedo. CR7 ganhava a Bola de Ouro novamente, era artilheiro do campeonato espanhol e todos exaltavam sua genialidade e jogo coletivo.

O Barça fazia o ridículo, era o motivo de piada, todos riam do time e a imagem do clube estava ao chão. Era um drama terrível, mais um pouco e eu nunca mais acordaria, mas ainda bem que era só um pesadelo.

Avatar

Sobre Diego Rey

Diego Rey já escreveu 22 posts nesse site..

Diego Rey, 27 anos, jornalista formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Sua paixão pelo futebol começou em 2006, ao ver Ronaldinho fazendo mágica em Barcelona. Desde então se tornou um torcedor culé fanático e não perde nenhum jogo do Barça. Morou na cidade catalã em 2013 e fez do Camp Nou sua segunda casa enquanto esteve lá.

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Diego Rey
Diego Rey, 27 anos, jornalista formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Sua paixão pelo futebol começou em 2006, ao ver Ronaldinho fazendo mágica em Barcelona. Desde então se tornou um torcedor culé fanático e não perde nenhum jogo do Barça. Morou na cidade catalã em 2013 e fez do Camp Nou sua segunda casa enquanto esteve lá.

    Artigos Relacionados

    Comments are closed.

    Topo