Pelo Grupo F, Nacional e Racing vencem seus jogos

- Uruguaios e argentinos seguem com 100% de aproveitamento na Copa Libertadores
Nacional x Estudiantes

As quatro equipes do Grupo F da Copa Libertadores entraram em campo na noite da quinta-feira (12). Por certo, Nacional-URU e Racing-ARG confirmaram seu favoritismo e venceram seus respectivos duelos. Os Bolsos receberam a modesta equipe do Estudiantes de Mérida-VEN no Gran Parque Central, e triunfaram pelo placar de 1 x 0. De maneira idêntica, o Estádio El Cilindro testemunhou a vitória por 1 x 0 do Racing encima do Alianza Lima-PER.

GRUPO F – COPA LIBERTADORES

NACIONAL 1 x 0 ESTUDIANTES DE MÉRIDA

Aproveitando o fator casa, e a fragilidade de seu oponente, os uruguaios atacaram desde o 1º minuto. Prova disso, foi a bomba de Santiago Rodríguez que tirou tinta da trave venezuelana. Na sequência, Gonzalo Chory Castro recebeu um belo passe e arriscou de longe. Sempre atento, o arquero Alejandro Araque defendeu o chute do camisa 11. Pouco depois, a resposta do Estudiantes por meio de uma bola parada. Jesús Meza arrsicou da intermediária e Luis Mejía espalmou a pelota.

Posteriormente, na 2ª etapa, o técnico Gustavo Munúa seguiu com a estratégia de atacar. Decerto, a tática funcionou, aos 69′ Felipe Carballo recebeu um passe açucarado, dominou, girou e bateu firme, sem chances para o goleiro. Mesmo com a vantagem, o Nacional seguiu com a blitz na área adversária. No apagar das luzes, Tiago Vecino quase ampliou, mas Alejandro Araque operou um milagre.

RACING 1 x 0 ALIANZA LIMA

Mesmo jogando longe de seus domínios, os peruanos deram as cartas nos primeiros minutos. Alexi Gómez aproveitou um bate rebate na entrada da área e enfiou o pé, mas Gabriel Arias defendeu sem dificuldades. Mais tarde, La Acade respondeu, após uma bola em profundidade Iván Pillud recebeu e bate à queima roupa. Bem posicionado, Leao Butrón fez uma grande defesa.

Logo no início do 2º tempo, Nicolás Reiniero contou com uma falha da zaga peruana para abrir a contagem. O camisa 29 driblou dois jogadores e bateu rasteiro no canto esquerdo do goleiro. A saber, os Racing seguiu criando boas chances de gol, Matías Zaracho e Darío Cvitanich bem que tentaram ampliar. Todavia, o arquero Butrón segurou o ataque argentino.

Foto destaque: Reprodução/AFP OPTA

BetWarrior


Poliesportiva


Luciano Massi
Luciano Massi
Me chamo Luciano Massi, tenho 20 anos, sou paulistano. Estou no 6º semestre do curso de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Desde criança fanático pelo futebol dentro e fora das quatro linhas, histórias que vão além do esporte. Produzo o Derbicast, podcast voltado ao futebol alternativo, dando enfâse aos esquecidos. Entretanto, nunca me dei bem com a bola...

    Artigos Relacionados

    Topo