Pela sétima vez, River Plate está em uma final de Libertadores

- Perderam do Boca, mas o agregado garantiu a classificação
Pela sétima vez, River Plate está em uma final de Libertadores

O Boca Juniors venceu, mas quem vai à final da Copa Libertadores da América 2019 é o River Plate. Assim, a partida realizada nesta terça-feira (22) na Bombonera pela jogo de volta da semifinal do torneio, confirmou a classificação dos Millonarios para a grande decisão em Santiago, no Chile. Apesar da equipe Xeneize ter buscado o resultado em casa e ganho por 1 x 0, não foi o suficiente com o agregado no fim de 1-2. Desta maneira, caíram novamente diante do rival que tornou-se finalista da competição pela sétima vez.

1° TEMPO

O Boca Juniors teve dificuldade até metade do tempo em criar jogadas. Os donos da casa erravam bastante para tentarem se organizar. Mas, começou a esquentar a partir dos 20 minutos. Os mandantes passaram a entrar no jogo e pressionar o River. Desta maneira, com os Xeneizes saindo mais para o ataque, uma boa oportunidade surgiu. O meia Alexis Mac Allister cobrou falta pela direita e no cruzamento para dentro da área, Emanuel Mas cabeceou, mas a bola bateu no braço de Agustin Almendra que subiu junto cm o lateral. Eduardo Salvio pegou a sobra e chutou para o gol, porém o juiz anulou pela irregularidade do lance anterior.

O River teve menores oportunidades, entretanto a pressão do Boca continuou a todo vapor. Aos 43, o goleiro Franco Armani fez uma grande defesa com a bola batida de escanteio, desviada perigosamente por Enzo Perez, que poderia ocasionar um gol contra. Ainda nos acréscimos, após cruzamento pela direita, Salvio tentou mais uma vez de cabeça, mas saiu por cima do travessão dos Millonarios.

 

2° TEMPO

Na volta, o River Plate para tentar permanecer no 0 x 0 e ganhar de vez o jogo, segurou os mandantes quanto pôde. Por outro lado, o Boca procurando a todo custo o gol para chegar ao menos nos pênaltis, continuava a pressão e forçando o ataque para cima dos Millonarios. Em 11 minutos de bola rolando, Mac Allister quase abriu o marcador, mas a bola passou raspando na lateral da trave do goleiro Armani – aos gritos dos visitantes de toque no lance anterior .

A equipe Azul y Oro de tanto que correu atrás do placar, conseguiu o resultado já aos 35 minutos. O meio-campo Mac Allister fez um novo cruzamento para dentro área, todos os jogadores subiram. Porém, Mauro Zárate se enrolou na jogada e deixou a sobra. Desta maneira, Jan Hurtado pegou e chutou no fundo das redes para abrir 1 x 0.

Apesar da motivação do gol e a torcida argentina empurrando os jogadores na Bombonera lotada, os donos da casa não conseguiram aumentar. Assim, como estratégia, os visitantes se fecharam para manter a vitória com o agregado de 1-2 e a confirmação da classificação para a final do torneio.

 

E AGORA?

Para a final da Libertadores, o River Plate aguarda o resultado entre Flamengo e Grêmio que jogam no Maracanã, nesta quarta-feira (23) para definir quem será o adversário na decisão. Mas, antes da final em novembro, permanece na briga da Superliga Argentina já com jogo marcado para terça-feira (29) às 21h20 (horário e Brasília) e irá receber o Cólon em casa. Por outro lado, o Boca Juniors está fora da competição das Américas e volta a lutar pela liderança também do Argentino. Assim, a equipe Azul y Oro irá ao encontro do Lanús na próxima quinta-feira (31) às 21h20 (horário de Brasília).

MELHORES MOMENTOS

Foto destaque: Divulgação/Twitter River Plate

Amanda Cruz

Sobre Amanda Cruz

Amanda Cruz já escreveu 186 posts nesse site..

Sou Amanda Cruz, formada em História e estudante de jornalismo. Paulistana, filha de pernambucanos e atualmente moro em Lorena/SP. Despertei minha paixão pelo futebol na Copa de 2006 e desde lá o amor só cresceu. Curiosa sobre o esporte e amante de História, gosto de estar sempre por dentro do assunto: acompanho boa parte de notícias e jogos, principalmente das ligas internacionais. O futebol é um esporte emocionante e como uma boa (futura) jornalista, escrever sobre ele é demais!

BetWarrior


Poliesportiva


Amanda Cruz
Amanda Cruz
Sou Amanda Cruz, formada em História e estudante de jornalismo. Paulistana, filha de pernambucanos e atualmente moro em Lorena/SP. Despertei minha paixão pelo futebol na Copa de 2006 e desde lá o amor só cresceu. Curiosa sobre o esporte e amante de História, gosto de estar sempre por dentro do assunto: acompanho boa parte de notícias e jogos, principalmente das ligas internacionais. O futebol é um esporte emocionante e como uma boa (futura) jornalista, escrever sobre ele é demais!

    Artigos Relacionados

    Topo