Peitou o dono, e agora?

Levir Culpi assumiu o comando do Fluminense há um mês e o time das Laranjeiras está invicto desde então. O treinador recuperou o ambiente do Tricolor, arrumou a casa, recuperou jogadores, deu padrão ao time carioca, mas peitou o dono do time, Fred, que não balanças as redes há oito jogos. 
 
Fred e Levir Culpi entraram em rota de colisão e o atacante comunicou a diretoria do clube na noite de ontem que não vestirá mais a camisa do Fluminense com Levir no comando. Em resposta, Fred foi liberado até terça feira. 
 
O motivo da rixa entre o atacante e o treinador tem um roteiro de longa data. Fred não marca há oito jogos e tem sido substituído com frequência durante os jogos do Fluminense. O camisa 9 voltou de lesão há cinco jogos e deixou o campo mais cedo em quatro oportunidades. 
 
Para além disso, nos bastidores, mais especificamente no vestiário, o clima é de tensão. Na partida contra o Madureira, no intervalo, Fred reclamou com os jogadores que a bola não estava chegando e prosseguiria com o sermão se não fosse a intromissão de Levir, que repreendeu o atacante dizendo que quem falava ali era ele. Para completar, Fred perdeu um pênalti. 
 
O treinador foi além e em coletiva de imprensa após a partida contra o Tombense foi direto em suas críticas ao capitão da equipe. 
 
“É incrível como as pessoas passam a liderança para um cara que não tem que assumir a liderança do clube. Fred tem que assumir a liderança do time. Aliás, é um líder natural. Não acho que ele deve receber todo esse peso que dão a ele. Não pode comandar o clube, a não que pare de jogar e assuma o comando. Ai fica tranquilo, ele manda, dá as cartas” – disse Levir. 
 
Fred já não é mais unanimidade dentro do Fluminense. Apesar de seu faro de gol, seu estilo de jogo já está ultrapassado. O futebol, inconscientemente, vem dissolvendo o jogo com centroavante fixo, que dentro da área, parado, torna-se presa fácil dos zagueiros de plantão. Ademais, o alto salário de Fred, com rendimentos mensais no valor de R$ 800 mil, faz com que dirigentes já não defendam à ferro e fogo a permanência do jogador. 
 
O atacante se reapresenta na terça feira e a diretoria já emitiu um comunicado dizendo que Levir Culpi não será demitido. Tal cenário fortalece a possibilidade de Fred deixar o Tricolor das Laranjeiras. O atacante já não tem mais futebol para atuar nas grandes ligas europeias e o mercado chinês está fechado. No Brasil, Palmeiras e Cruzeiro procuraram o jogador no início do ano. Dentre os mercados emergentes, restaria à Fred migrar para a MLS e jogar nos Estados Unidos. 
 
Levir peitou o dono do time, mas Peter Siemsen, presidente do clube, bancou sua permanência. O capítulo final está marcado para terça feira, na reapresentação de Fred. 
André Siqueira Cardoso

Sobre André Siqueira Cardoso

André Siqueira Cardoso já escreveu 313 posts nesse site..

Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

BetWarrior


Poliesportiva


André Siqueira Cardoso
André Siqueira Cardoso
Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

    Artigos Relacionados

    Topo