Paysandu aposta em acordo para ajudar jovens

Primeiramente, o Paysandu, que disputa a Série C, fechou parceria com a Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa). A saber, o objetivo é de ajudar jovens que já cometeram atos de violação. Assim, o intuito é que os adolescentes tenham outra chance através do esporte, do lazer e dos direitos sociais.

COMO O ACORDO FOI FEITO E QUAL OBJETIVO ESTÁ EM QUESTÃO?

A princípio, o fato ocorreu na tarde da última segunda-feira (20) após uma reunião entre a diretoria do Paysandu e a fundação. O acordo foi feito para ressocialização de jovens através do esporte. A saber, os beneficiários em questão estão ligados diretamente ao futebol ou em áreas correlatas. Em suma, o intuito desta parceria entre o clube e a Fasepa é de ajudar aqueles que já tiveram atos de indisciplina.

COMO O ACORDO VAI ENTRAR EM PRÁTICA?

No mínimo duas vezes na semana, um professor de futsal, que já ensina os fundamentos básicos da modalidade para escolas e equipes do próprio clube de Belém, irá dar aulas para os jovens da fundação.

COMO PAYSANDU E A FUNDAÇÃO VEEM O ACORDO?

O presidente do Paysandu, Mauricio Ettinger, comentou sobre dizendo que vai ser muito bom, tanto para o time quanto para o clube. Além disso, ressaltou que não é apenas o futebol e que estão dispostos a ajudar estes adolescentes. A diretora de futsal do clube de Belém, Vânia Roberta, falou da importância da parceria e do projeto, que irão dar novas oportunidades para que os garotos voltem a ter chances de mostrarem seu valor.

Por fim, o presidente da fundação, Luiz Celso da Silva, também disse o quanto esse acordo é importante. Em conclusão, ele fala que a parceria irá trazer bons projetos para a Fasepa, focando na importância para eles e para os adolescentes.

Foto destaque: Divulgação/Vitor Castelo/Paysandu SC 

Enzo Pires
Tenho o sonho de trabalhar com o que eu mais amo, que é o FUTEBOL. Amante desse esporte desde criança, queria ser jogador, mas como não deu certo, agora eu busco trabalho com isso, só que fora de campo.