Passaporte Rússia – Top 5 ídolos sauditas

- Conheça os maiores ídolos da história da Seleção da Arábia Saudita

Passaporte Rússia é mais uma coluna do Futebol na Veia que apresentará curiosidades de todas as seleções que participarão da Copa do Mundo deste ano. Este é o segundo de sete textos sobre a Seleção Saudita desta edição. Confira os cinco maiores ídolos da história dos Falcões Verdes.

A seleção tetracampeã da Copa da Ásia, é a segunda com mais títulos da competição ao lado do Irã, atrás apenas do Japão, detentor de quatro títulos. Por se tratar de uma equipe modesta, vamos apontar os melhores jogadores que marcam presença no Hall da Fama da seleção saudita.

Passaporte Rússia – Os cinco maiores ídolos da Seleção Saudita

5 – YASSER AL-QAHTANI

Yasser Al-Qahtani, nascido em 10 de outubro de 1982é um futebolista da Arábia Saudita, jogador do Al-Hilal, clube que defende desde 2005. Ao todo, o atacante possui 97 jogos pelo clube e marcou em 57 oportunidades. Atualmente é um dos principais jogadores do clube e declara amor a equipe que defende.

Pela seleção, Al-Qahtani disputou 102 jogos e marcou 42 gols. Por falar em gols, ele foi um dos artilheiros da Copa da Ásia de 2007 com 4 gols, ao lado de Naohiro Takahara (JAP) e Younis Mahmoud (IRQ)

Al-Qahtani comemorando o gol sobre a Suíça na Copa do Mundo de 2006 (Reprodução/arabnews.com)

4 – MOHAMMAD AL-DEAYEA

Nascido em 2 de agosto de 1972, o ex-goleiro saudita marcou presença pelas quatro participações em Copas do Mundo (1994, 1998, 2002 e 2006) e disputou 178 jogos pela Seleção da Arábia Saudita.

O arqueiro saudita ficou marcado por jogar por apenas dois clubes em toda carreira, algo muito raro para um atleta de futebol. Em ambos os clubes que jogou (Al-Ta'ee e Al-Hilal), Al-Deayea jogou por 10 anos e disputou 176 e 230 jogos, respectivamente.

O arqueiro estreou pela seleção no ano de 1990 e foi um dos principais jogadores por classificar a os Falcões do Deserto para a sua primeira Copa do Mundo no ano de 1994. O goleiro saudita foi titular incontestável da seleção até o ano de 2004.  Ao todo, Al-Deayea disputou 178 partidas e se aposentou da seleção no ano de 2006

Mohammad Al-Deayea durante a partida entre França vs Arábia Saudita (Reprodução/ Shaun Botterill /Allsport)
Mohammad Al-Deayea durante a partida entre França vs Arábia Saudita (Reprodução/ Shaun Botterill /Allsport/Getty Images)

3 – SAMI AL-JABER

Outro jogador saudita que participou de quarto Copas do Mundo foi Sami Abdullah Al-Jaber, um atacante com muita habilidade que também defendeu apenas dois clubes em toda sua carreira. A primeira equipe foi o Al-Hilal, onde fez história disputando 305 jogos e anotando 143 gols nos 20 anos em que defendeu a equipe. O jogador saudita teve uma passagem discreta pelo Wolverhampton Wanderers, equipe que jogou por empréstimo.

Sua trajetória foi histórica pelo Al-Hilal, onde é considerado um dos maiores jogadores de todos os tempos. Sami Al-Jaber é o maior artilheiro do clube e foi duas vezes artilheiro da competição. (89/90 e 92/93).

Durante sua carreira pela seleção nacional, Sami marcou 44 gols em 163 jogos disputados e se aposentou da seleção nacional no ano de 2006.

Sami Al-Jaber em partida pela seleção saudita (Reprodução DW.com)
Sami Al-Jaber em partida pela seleção saudita (Reprodução DW.com)

2 – SAEED AL-OWAIRAN

Se você nunca viu o gol de Saeed Al-Owairan na Copa do Mundo de 1994 sobre a Bélgica, você não é um admirador nato de uma Copa do Mundo. Em seu primeiro torneio disputado, Owairan pegou a bola arrancou e saiu em disparada da defesa até o ataque, parando somente quando a bola entrou. No lance, o saudita driblou nada menos do que 5 adversários.

Ele é considerado um dos mais habilidosos jogadores asiáticos da história, Al-Shabab, único clube em que atuou ao longo de seus treze anos de carreira. Pelo clube foram 598 jogos e 238 feitos.

Sua passagem pela seleção durou apenas sete anos, estreou no ano de 1991 e disputou duas Copas (94 e 98). Além do seu feito contra a Bélgica, Al-Owairan é lembrado por comandar a geração de 94, no primeiro mundial da seleção. Durante a competição, o meio campista anotou dois gols

Confira o lance histórico:

 1 – MAJED ABDULLAH

Majed Ahmed Abdullah Al-Mohammed é o ídolo supremo do futebol saudita. Ele é reconhecido em todo território nacional, por seus feitos pela seleção e por seu clube: o Al-Nassr. Majed Abdullah atuou por 21 anos pelo clube em que fez história conquistando títulos e uma Copa da Ásia. Pelo Al-Nassr, Majed disputou 240 partidas e fez 260 gols.

Suas brilhantes atuações renderam o prêmio de Futebolista Asiático do Ano por três vezes consecutivas: 84, 85 e 86.

Muito reconhecido também por suas atuações na seleção, Majed foi coroado ao participar da primeira Copa do Mundo disputada pelos sauditas. Apesar de já estar com uma idade avançada, o atacante atuou em duas partidas. Dentre os títulos conquistados com a camisa dos Falcões, Majed venceu duas Copas da Ásia (84 e 88).

Majed Abdullah Mohammed em jogo contra o Brasil nas Olimpíadas de Los Angeles (Reprodução worldsoccer.com)
Majed Abdullah Mohammed em jogo contra o Brasil nas Olimpíadas de Los Angeles (Reprodução worldsoccer.com)
Fernando Morales

Sobre Fernando Morales

Fernando Morales já escreveu 125 posts nesse site..

Nascido em São José dos Campos, 1994, Fernando Morales é jornalista e pós-graduado em Jornalismo Esportivo pela Universidade Anhembi Morumbi. Apaixonado por esportes, atualmente, é repórter e comentarista esportivo da Web Rádio Poliesportiva e redator do FNV.

BetWarrior


Poliesportiva


Fernando Morales
Fernando Morales
Nascido em São José dos Campos, 1994, Fernando Morales é jornalista e pós-graduado em Jornalismo Esportivo pela Universidade Anhembi Morumbi. Apaixonado por esportes, atualmente, é repórter e comentarista esportivo da Web Rádio Poliesportiva e redator do FNV.

    Artigos Relacionados

    Comments are closed.

    Topo