Passaporte Rússia – Caminho sérvio até a Copa

- Líder de sua chave nas Eliminatórias, a Sérvia quer ser mais do que uma figurante no mundial

Passaporte Rússia é mais uma coluna do Futebol na Veia que apresentará curiosidades de todas as seleções que participarão da Copa do Mundo deste ano. Este é o terceiro de sete textos sobre a Seleção Sérvia. Confira como as Águias Brancas chegaram ao mundial.

Para a Sérvia conquistar uma das vagas para a disputa da Copa de 2018, a sorte foi tão fundamental quanto a competência. Por conta do sistema de escolha dos cabeças de chave das Eliminatórias Europeias, a seleção, que disputará o seu segundo mundial após a independência do país, caiu no grupo D com País de Gales (cabeça de chave), Irlanda, Áustria, Geórgia e Moldávia. E a ausência de potências no grupo foi, certamente, um fator crucial para a Sérvia assumir o protagonismo da chave.

PASSAPORTE RÚSSIA – O CAMINHO SÉRVIO ATÉ A COPA

2016

05/09 – Eliminatórias – Sérvia 2 x 2 Irlanda
06/10 – Eliminatórias – Moldávia 0 x 3 Sérvia
09/10 – Eliminatórias – Sérvia 3 x 2 Áustria
12/11 – Eliminatórias – País de Gales 1 x 1 Sérvia
15/11 – Amistoso – Ucrânia 2 x 0 Sérvia

Em teoria, os adversários mais complicados para a Sérvia no grupo seriam a Irlanda e, principalmente, o País de Gales. E logo na estreia, a previsão de dificuldade se concretizou. Jogando em casa, a equipe não teve vida fácil contra a Irlanda e ficou no empate por 2×2 contra um dos rivais diretos da chave.Nas partidas seguintes, os sérvios conquistaram vitórias cruciais. O 3×0 em cima da Moldávia e o triunfo por 3×2 diante da Áustria levaram as águias à liderança da chave.

Contudo, o posto foi perdido na quarta rodada após o empate por 1×1 contra o País de Gales no território dos cabeças de chave. Apesar da Sérvia ter sido ultrapassada pela Irlanda na tabela, o resultado contra os galeses estava dentro dos planos e foi muito comemorado. O empate foi conquistado graças a um gol de Mitrović aos 40 minutos da etapa derradeira.

Mitrovic celebra após marcar o gol de empate contra o País de Gales (Reprodução/Sky Sports)

O último jogo sérvio no ano ocorreu três dias após o empate com Gales. O time foi batido pela Ucrânia em partida amistosa.

2017

29/01- Amistoso – Estados Unidos 0 x 0 Sérvia
24/03 – Eliminatórias – Geórgia 1 x 3 Sérvia
11/06 – Eliminatórias – Sérvia 1 x 1 País de Gales
02/09 – Eliminatórias – Sérvia 3 x 0 Moldávia
05/09 – Eliminatórias – Irlanda 0 x 1 Sérvia
06/10 – Eliminatórias – Áustria 3 x 2 Sérvia
09/10 – Eliminatórias – Sérvia 1 x 0 Geórgia
10/11 – Amistoso – China 0 x 2 Sérvia
14/11 – Amistoso – Coréia do Sul 1 x 1 Sérvia

Após o empate no primeiro jogo realizado em 2017, no qual a Sérvia mandou para a Califórnia uma equipe reserva formada por atletas que dificilmente são convocados, a seleção europeia voltou a campo em março para fazer a última partida do primeiro turno das Eliminatórias. Com a vitória por 3×1 sobre a Geórgia, os sérvios retomaram a liderança do grupo graças ao saldo de gols.

No returno, o selecionado do Leste Europeu manteve sua invencibilidade por mais três jogos. Após um novo empate contra o País de Gales e a repetição do placar do primeiro turno no jogo diante da Moldávia, os sérvios conseguiram uma vitória crucial diante dos irlandeses. Jogando fora de casa, o lateral Kolarov fez o gol do importantíssimo triunfo que foi chave para a conquista da vaga para a Copa.

Na penúltima rodada, com a classificação quase garantida para o mundial, a Sérvia teve o seu primeiro tropeço nas Eliminatórias. A derrota por 3 x 2 para a Áustria deixou tudo em aberto para a última rodada. Sérvia, País de Gales e Irlanda brigavam por uma vaga direta e uma na repescagem.

Por conta do confronto direto entre Gales e Irlanda, os sérvios já estavam garantidos, no mínimo, na repescagem. A vitória das águias por 1×0 diante da Geórgia no último jogo foi a consolidação de uma campanha que não foi brilhante, mas que se mostrou muito consistente.

A Irlanda se classificou para a repescagem após bater os galeses por 1 x 0 na casa dos rivais. Com o resultado, mesmo um empate contra a Geórgia garantiria a Sérvia como a líder da chave. Os sérvios terminaram o grupo D com 21 pontos, enquanto a Irlanda fez 19 e Gales terminou com 17. Mais atrás ficaram Áustria (15 pontos), Geórgia (5) e Moldávia (2).

Ivanović e Matić se abraçam após a vitória por 1 x 0 diante da Geórgia e a classificação para a Copa do Mundo (Divulgação/Sérvia)

Aleksandar Mitrović, atacante que atualmente defende o Fulham, da segunda divisão da Inglaterra, foi o artilheiro sérvio nas Eliminatórias. Em 9 jogos disputados ele foi o responsável por 6 dos 20 gols marcados pela seleção.

O ano de 2017 terminou para a Sérvia com dois jogos contra equipes asiáticas. Vitória por 2×0 sobre a China e empate por 1×1 diante da Coréia do Sul.

2018

23/03 – Amistoso – Sérvia 1 x 2 Marrocos
27/03 – Amistoso – Nigéria 0 x 2 Sérvia

No ano da Copa, a Sérvia, que terá a companhia do Brasil, da Suíça, e da Costa Rica no grupo E do mundial, disputou dois amistosos. Desta vez, os adversários foram africanos.

Em partida disputada em Turim, na Itália, os sérvios saíram de campo derrotados por Marrocos em uma partida equilibrada que terminou 2 x 1 para a seleção da África. Já no outro jogo de 2018, Sérvia e Nigéria se enfrentaram em Londres e Mitrović fez os dois gols da vitória europeia por 2 x 0.

Bruno Piai

Sobre Bruno Piai

Bruno Piai já escreveu 37 posts nesse site..

BetWarrior


Poliesportiva


Artigos Relacionados

Topo