Passaporte Rússia – Caminho costarriquenho até a Copa

- A Costa Rica terminou a primeira fase das eliminatórias como líder do grupo B, com cinco vitórias em seis jogos
Passaporte Rússia – Caminho costarriquenho até a Copa

Passaporte Rússia é mais uma coluna do Futebol na Veia que apresentará curiosidades de todas as seleções que participarão da Copa do Mundo deste ano. Este é o terceiro de sete textos sobre a Seleção Costarriquenha. Confira como eles chegaram ao Mundial.

A Costa Rica é um dos 3 países da CONCACAF classificados para Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Nas Eliminatórias da América Central e do Norte, a seleção terminou a primeira fase como líder do grupo B, com cinco vitórias em seis jogos. A equipe enfrentou Panamá, Haiti e Jamaica. No hexagonal final, terminou em segundo lugar, apenas atrás do México. O time terminou com 16 pontos somados após 10 jogos, apenas quatro a frente dos Estados Unidos, que terminou em quinto e não conseguiu nem uma vaga para a repescagem.

2015

O sorteio para esta a primeira e a segunda fase ocorreu em 15 de janeiro de 2015 em Miami Beach, Estados Unidos.

Primeira Fase  

As equipes classificadas entre 22 e 35 no ranking de seleções da FIFA de agosto de 2014, disputaram esta fase eliminatória em partidas de ida e volta. Os vencedores avançaram para a segunda fase.

As 14 equipes foram divididas em dois Potes. O Pote 1 contém as equipes ranqueadas entre as posições 22–28, e o Pote 2 contém as equipes ranqueadas entre as posições 29–35.

Segunda Fase

As equipes classificadas entre nove e 21ª no ranking de seleções da FIFA de agosto de 2014, disputaram esta fase eliminatória em partidas de ida e volta. Os vencedores avançaram para a terceira fase.

As 20 equipes foram divididas em quatro Potes. O Pote 3 contém as equipes ranqueadas entre as posições 16–18, o Pote 4 contém as equipes ranqueadas entre as posições 19–21, o Pote 5 contém as equipes ranqueadas entre as posições 9–15 e o Pote 5 contém os sete vencedores da primeira fase.

Terceira Fase

O sorteio para esta fase ocorreu em 25 de julho de 2015 em São Petesburgo na Rússia.

Um total de 12 equipes disputaram a vaga na próxima fase em partidas de ida e volta. Os seis vencedores avançaram a quarta fase.

As 12 equipes foram divididas em dois potes:

  • O pote 3 contém equipes ranqueadas entre 1–6
  • O pote 4 contém equipes ranqueadas entre 7–12

Cada disputa contém uma equipe do pote 1 e outra do pote 2, com a ordem das partidas determinadas por sorteio.

Quarta Fase

Um total de 12 equipes foram divididas em três grupos contendo quatro equipes cada. Em cada grupo, as equipes jogam uma contra a outra em partidas de turno e returno no sistema de competições de todos contra todos. As duas melhores equipes de cada grupo avançam a quinta fase.

As 12 equipes foram divididas em dois potes:

  • O pote 1 contém equipes ranqueadas entre 1–3
  • O pote 2 contém equipes ranqueadas entre 4–6

Quinta Fase  

Nesta última fase, as seis seleções finalistas fazem um hexagonal decisivo, em que três se classificaram para a Copa do Mundo 2018 e um vai à repescagem. Esta fase começou em novembro de 2016 e terminou em outubro de 2017.

Como o sorteio foi realizado antes do término da quarta fase, a identidade dos classificados não eram conhecidos na época, com exceção do México que já estava classificado como vencedor do Grupo A.

O Confronto da classificação

A Costa Rica conseguiu a sua classificação ao empatar com Honduras, por 1 a 1, na nona e penúltima rodada do hexagonal final das eliminatórias da CONCACAF. Mas não foi qualquer empate: ele veio aos 50 minutos do segundo tempo, graças ao gol de cabeça do zagueiro Waston, e a Costa Rica, só precisava desse empate, para fazer as malas para a Rússia.

Os visitantes não conseguiam ameaçar de fato o gol de Keylor Navas – a melhor chance na primeira hora de jogo veio com Ureña, da seleção da casa, que isolou ótima oportunidade na altura da marca do pênalti.

O problema foi que, aos 21 minutos do segundo tempo, Quioto chegou à linha de fundo pela esquerda e cruzou na cabeça de Hernández. Sem chances para Keylor Navas. Honduras estava na frente.

A Costa Rica, mais na base da vontade do que organização, lançou-se ao ataque, mas praticamente não criou. Até o minuto 50. Craque do time, Bryan Ruiz cruzou da direita, e o zagueiro Waston subiu bonito para testar para o fundo das redes, assinando o passaporte para a Copa da Rússia.

Joyce Marcolino

Sobre Joyce Marcolino

Joyce Marcolino já escreveu 27 posts nesse site..

Da pelada na rua aos clássicos dos clássicos, dos melhores jogadores aos nunca revelados, o futebol me cativou desde cedo. Hoje, a mulher de 20 anos que estuda jornalismo continua se apaixonando pelo esporte e tirando dele uma sensibilidade que poucos sabem que existe. Falar de futebol para mim, é falar da minha essência e da minha paixão e apesar de ser aquela são paulina super protetora, o estádio e um bom jogo sempre será um programa que me cativa. É como diz Bill Shankly "O futebol não é uma questão de vida ou de morte. É muito mais importante que isso..."

BetWarrior


Poliesportiva


Joyce Marcolino
Joyce Marcolino
Da pelada na rua aos clássicos dos clássicos, dos melhores jogadores aos nunca revelados, o futebol me cativou desde cedo. Hoje, a mulher de 20 anos que estuda jornalismo continua se apaixonando pelo esporte e tirando dele uma sensibilidade que poucos sabem que existe. Falar de futebol para mim, é falar da minha essência e da minha paixão e apesar de ser aquela são paulina super protetora, o estádio e um bom jogo sempre será um programa que me cativa. É como diz Bill Shankly "O futebol não é uma questão de vida ou de morte. É muito mais importante que isso..."

    Artigos Relacionados

    Topo