Carlos Henrique Casimiro ou apenas Casemiro, um dos melhores volantes do mundo, completa 30 anos nessa terça-feira (23). Assim, a coluna Parabéns ao Craque selecionou algum dos principais momentos da carreira deste grande brasileiro para o homenagear. Logo, o cabeça de área do Real Madrid, tetra campeão da UEFA Champions League, desponta como um dos jogadores tupiniquins mais vitoriosos com a camisa merengue.

DO SÃO PAULO AO REAL MADRID

Casemiro nasceu em 23 de fevereiro de 1992, em São José dos Campos, no vale do paraíba paulista. Logo, sua carreira iniciou em 2006, quando foi revelado pela categoria de base do São Paulo. Assim, desde os 11 anos, o volante já se destacava como uma das grandes promessas de Cotia. Nesse sentido, as boas atuações o coroaram com várias convocações para as seleções de base, incluindo a do mundial sub-17 em 2009.

Com a pausa dos campeonatos para a Copa do Mundo de 2010, Casemiro foi convidado a participar de alguns treinos com a equipe principal do São Paulo. Logo, o atleta acabou chamando a atenção do então treinador Ricardo Gomes, que o promoveu a equipe profissional. Dessa forma, a sua estreia ocorreu no dia 25 de julho de 2010, num clássico contra o Santos na Vila Belmiro.

A partir daí, o volante continuou tendo oportunidades na equipe principal do tricolor. Dessa forma, Casemiro se tornou um dos principais jogadores do elenco são paulino, atuando em 90 partidas entre 2011 e 2012. No entanto, a constante pressão da torcida sobre o jogador, acabou no desgaste da relação entre torcedor e atleta. Assim, o São Paulo resolveu o emprestar para o Real Castilla, time B do Real Madrid.

REDENÇÃO NO REAL MADRID

Já em terras espanholas, Casemiro começou a jogar pelo Castilla em 2013. No entanto, o atleta atuou em apenas 15 jogos pelo time, isso porque José Mourinho, técnico da equipe principal o promoveu rapidamente. Dessa forma, após conquistar o encanto do português, a diretoria do Real optou por comprar o volante. Entretanto, após a saída de Mourinho, o volante perdeu espaço com o novo manager, Carlo Ancelotti. Assim, o clube o emprestou ao Porto.

Dessa forma, Casemiro atuou em Portugal na temporada 2014/15. Logo, as excelentes partidas que o volante fez pelo clube o credenciou a voltar á Madrid. Nesse sentido, após se adaptar com o futebol europeu, o brasileiro voltou mais experiente e mais seguro para a equipe merengue. Logo, Casemiro se tornou uma peça fundamental no esquema dos Blancos.

Assim, o volante passou a ser ainda mais honrado, ao ser considerado insubstituível para o esquema da equipe após a chegada de Zidane. Na ocasião, Casemiro tinha ao lado jogadores como Bale, Sérgio Ramos e Cristiano Ronaldo. Logo, ser considerado fundamental foi algo impressionante. Nesse sentido, um dos muitos destaques do volante pelo Real Madrid, foi a conquista de quatro Champions League.

SELEÇÃO BRASILEIRA

Casemiro marcou presença na seleção desde a base. Nesse sentido, sua primeira partida com a amarelinha ocorreu em 2009, na disputa do Mundial sub-17. Com o avanço da idade, o volante continuou sendo figura repetida nas seleções juvenis. Assim, o atleta disputou dois campeonatos sub-20 em 2011. Logo, saiu campeão de ambos, do Sul-Americano e da Copa do Mundo.

Com grande destaque na conquista dos dois importantes títulos, Casemiro chamou a atenção para si. Logo, ainda em 2011, o então técnico do Brasil, Mano Menezes, o convocou para a seleção principal. Assim, a estreia do volante não ocorreu em qualquer partida. Na ocasião, o atleta atuou no super clássico das américas, contra a Argentina em 14 de setembro de 2011.

Sob o comando de Dunga, o volante esteve presente nas Copa América de 2015 e 16. Assim, sem o sucesso da seleção em ambas, Tite se tornou o treinador do Brasil. Dessa forma, com o novo técnico, Casemiro firmou-se titular absoluto. Logo, as suas boas atuações o credenciaram a participar da Copa do Mundo em 2018. Além disso, o volante fez parte do elenco campeão da Copa América no Brasil em 2019.

TÍTULOS RELEVANTES

São Paulo
  • Copa Sul-Americana: 2012
Real Madrid
  • Copa do Mundo de Clubes da FIFA: 2016, 2017, 2018
  • Liga dos Campeões da UEFA: 2013–14, 2015–16, 2016–17, 2017–18
  • Campeonato Espanhol: 2016–17, 2019–20
  • Copa do Rei: 2013–14
Seleção Brasileira
  • Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-17: 2009
  • Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-20: 2011
  • Mundial Sub-20: 2011
  • Copa América: 2019

Foto Destaque: Reprodução/Twitter/Casemiro

Pedro Lopes
Pedro Lopes
Nasci e cresci em Minas Gerais, e aqui realizo um sonho cursando jornalismo na Universidade Federal de Viçosa. A paixão pela comunicação junto com o esporte me move a buscar um futebol cada dia mais democrático.

Deixe uma resposta