Palmeiras é favorito ao título da Libertadores ?

- Brasileiro segue na luta do bicampeonato da competição
PAMEIRAS

Com o fim da Copa América – que ocorrerá no próximo dia 07 de julho – novamente as atenções se voltam aos clubes nacionais. O Palmeiras, em principal é o mais assediado. A equipe é líder do Campeonato  Brasileiro e dono da melhor campanha da fase de grupos da Copa Libertadores. Além de estar nas quartas da Copa do Brasil. Entretanto afirmar que é a equipe é favorita para ambas competições seria um exagero ? Tecnicamente, não.

O clube é o brasileiro com a tabela de jogos mais animadora, disputando atualmente três competições. A propósito, vai muito bem, obrigado. Dessa forma, traça-lo como favorito à Libertadores ou denomina-lo como a melhor equipe do Brasil, não soa precipitado. Ainda mais quando à equipe nos responde em campo.

Na atual temporada, não perde um partida oficial desde abril, quando foi derrotado pelo San Lorenzo por 1 x 0 em Buenos Aires. Desde então, o alviverde não sabe o que é perder. São 11 vitórias e um empate. E os número são mais impressionantes, quando observamos o retrospecto de 2019. Ao todo, são 23 vitorias em 33 jogos, além de 53 gols marcados. Tecnicamente, não nos resta dúvidas. O Palmeiras tem potencial.

 

ALVIVERDE NA COPA LIBERTADORES

  Foi em 16 de junho de 1999 que o Palmeiras conquistou á tão sonhada taça da Libertadores. De lá, pra cá, já se passaram 20 anos. Curiosamente, a equipe era comandada pelo atual técnico, Luis Felipe Scolari naquele ano. Coincidência essa que, aflora o imaginário do torcedor, que se enche de esperança. Agora, de antemão, vamos voltar a pergunta que não quer calar. O palmeiras é ou não favorito a Copa Libertadores ? Sim, é. Em qualquer competição que dispute, o clube sempre entrará como favorito por sua gloriosa história. Porém não é garantia de êxito e nunca foi.

Na Libertadores, a equipe do palestra, detém o titulo de melhor campanha da fase de grupos, titulo esse que também conquistou na temporada passada. Porém nem tudo são flores no alviverde. Agora, nas fases eliminatórias da competição, não somente a técnica basta. O sangue frio em disputar seis jogos seguidos sem tropeçar, é desafiador. Perder não é uma opção para um grupo que não perde à 11 jogos, vencer seis partidas consecutivas subitamente não parece tarefa difícil. Por tanto engana-se, em contrapartida, até o torcedor mais otimista sabe que uma possível derrota, é sim possível. Afinal o técnico Felipão e o próprio elenco palmeirense, sempre fazem questão de realçar que os pés no chão é sempre o melhor caminho.

REDENÇÃO

O clube vem disputando à Libertadores á três anos seguidos. Eventualmente, na fase de grupos, na maioria das vezes detém uma ótima campanha, mas nas oitavas costuma ter a fama de tropeçar. Porém, em 2018 esse retrospecto mudou, tendo em vista que, enfim o alviverde avançou as quartas. Porém, não passou disso e a equipe foi eliminada para o San Lorenzo, voltando para casa com um sentimento de frustração. Entretanto, a eliminação foi amenizada, logo em seguida, pois a equipe liderava o Brasileirão e consequentemente foi campeã mais tarde. Em síntese, curiosamente, o retrospecto se repete em 2019.

A conquista do Brasileiro, saciou a fome de titulo da torcida, mas não a sede.  Novamente o verdão conseguia se classificar para o torneio e outra oportunidade surgia. Era uma nova chance, enfim, a equipe teria outra oportunidade de conquistar a tão sonhada Libertadores.

O ADVERSÁRIO

Entre as equipes brasileiras, inegavelmente, o palestra é o que tem o caminho mais fácil à cruzar, pegando o argentino Godoy Cruz. O clube do técnico Lucas Bernardi se classificou para a Libertadores através da campanha feita no campeonato argentino do ano passado. Porém, na temporada atual, a equipe não manteve o mesmo retrospecto e sofreu baixas no elenco. No campeonato nacional de 2019, ficou em 14° lugar, entre 26 times. Similarmente, ainda detém o terceiro pior índice de posse de bola da competição. Diferentemente do Palmeiras que mantem estabilidade técnica desde 2016. Porém, não se pode subestimar um adversário, tendo em vista, que historicamente o palestra adore se atrapalhar em jogos contra times de menor expressão.

Dessa forma, a partida está prevista para acontecer no próximo dia 23, em jogo de ida, na cidade de Medonza, Argentina. Para o duelo Felipão não contará com Ricardo Goulart, que se transferiu para a China, mas terá o restante do elenco à disposição. Dessa forma, se o alviverde é definitivamente favorito ao torneio, isso, só o próprio Palmeiras poderá nos responder.

Karine Valbusa

Sobre Karine Valbusa

Karine Valbusa já escreveu 254 posts nesse site..

Jornalista em formação. Atualmente curso o 6° semestre em jornalismo pela Unicsul. Esporte sempre foi uma paixão, escrever foi um hobby descoberto. Desse modo, fiz do útil, agradável. Prazer, sou Karine Gomes 😉

BetWarrior


Poliesportiva


Karine Valbusa
Karine Valbusa
Jornalista em formação. Atualmente curso o 6° semestre em jornalismo pela Unicsul. Esporte sempre foi uma paixão, escrever foi um hobby descoberto. Desse modo, fiz do útil, agradável. Prazer, sou Karine Gomes ;)

    Artigos Relacionados

    Topo