Os primeiros uniformes dos quatro grandes clubes da Espanha (Foto: Reprodução/FNV)

Mudanças são completamente habituais e necessárias durante a vida dos times de futebol. De fato, uma das paixões dos torcedores e marca registrada de uma equipe, é o Uniforme. No tema do Navegando pela La Fúria dessa semana, iremos falar sobre os primeiros uniformes dos quatro principais clubes espanhóis.

Real Madrid

A equipe Merengue foi criada em 6 de março de 1902 pelos irmãos Juan Padrós e Carlos Padrós. No primeiro uniforme, os espanhóis optaram por camisas e calções brancos e meias e gorros azuis. Dessa maneira, o design foi completamente inspirado no Corinthian Football Club, da Inglaterra.

Primeiro uniforme do Real Madrid (Foto: Divulgação Real Madrid)
Primeiro uniforme do Real Madrid (Foto: Divulgação/Real Madrid)

Além dessas peças, outras variações surgiram no decorrer dos anos. Sendo elas, a alteração para meias pretas e uma faixa laranja no calção. Esse modelo foi utilizado até 1911, após esse período, as meias azuis retornaram. Em 1925, o Real retornou com o primeiro traje. No entanto, o manto não veio com bons resultados e nunca mais foi usado.

Decerto, o clube nunca mais mudou os uniformes radicalmente. O branco total já tinha se tornado a cor característica dos Merengues. Entretanto, o Real agregou variações nos detalhes das peças para contrastar. Ao contrário dos uniformes titulares, as opções reservas sempre utilizaram tonalidades ousadas. As segundas e terceiras camisas já foram totalmente azuis, roxas, pretas, vermelhas, verdes, laranjas e cinzas.

Para a temporada 2020/2021, o Real Madrid já anunciou os novos mantos. A primeira camisa é toda branca, apenas com alguns detalhes em rosa. Diferente da segunda opção, que é rosa por completo.

Primeiro uniforme do Real para a temporada 202021 (Foto Divulgação Real Madrid)
Camisa do Real Madrid para a temporada 2020/21 (Foto: Divulgação/Real Madrid)

Barcelona

A criação do Barcelona foi feita por um grupo de jogadores de futebol suíços, espanhóis, ingleses e catalães em 1899, liderados por Joan Gamper. A história do primeiro traje tem inúmeras teorias. Todavia, a mais adotada é a que as cores são inspiradas no uniforme do Basel, da Suíça. Time pelo qual Gamper jogou e torceu.

Primeira camisa do Barcelona (Foto: Reprodução/Arquivo)
Primeira camisa do Barcelona (Foto: Reprodução/Mantos do Futebol)

Dessa forma, a primeira composição do uniforme foi com uma camisa mesclada em azul e grená, calções brancos e meias pretas. Uma nova versão do traje foi usada em 1910. Sendo assim, a equipe estreava a camisa listrada, com calções e meias brancas. Três anos depois, os calções e as meias ganharam cores pretas. Mas somente em 1920 foram substituídas pelo tradicional azul.

O se encontrou no azul e grená e pouco mudou desde então. Entretanto, as camisas reservas ganharam as mais variadas cores. Sendo elas: verde, laranja, preta, amarela, azul, vermelha, rosa, cinza, amarelo-fluorescente, entre outras.

Para a próxima temporada, o clube divulgou apenas a camisa titular. O manto segue o padrão já conhecido e admirado pelos torcedores. Mantendo assim, as cores que caracterizam o Barça.

Camisa oficial do Barcelona para temporada 2020/21(Foto: Divulgação/Barcelona)
Messi vestindo a camisa oficial da temporada 2020/21 (Foto: Divulgação/Barcelona)

Atlético de Madrid

O clube Atlético de Madrid foi fundado em 26 de abril de 1903 por estudantes bascos. O primeiro uniforme do time é o oposto do que vemos atualmente. A camisa era branca e azul, enquanto os calções brancos e pretos.

Primeira camisa do Atlético de Madrid (Foto: Reprodução/Mantos do Futebol)
Primeira camisa do Atlético de Madrid (Foto: Reprodução/Mantos do Futebol)

Posteriormente, em janeiro de 1911, o assumiu o uniforme mais semelhante ao atual. A partir desse momento, a equipe recebeu o apelido Colchonero. Pois a camisa listrada se parecia com as capas que envolviam os colchões espanhóis naquela época.

Desse modo, as listras passaram a ser a marca oficial da equipe. As alterações nos trajes foram somente nos tamanhos e detalhes menores. Assim como os times já citados, o Atlético de Madrid também prefere ousar nas camisas reservas. As vestimentas já foram vermelhas, brancas, pretas e azuis escuras.

A temporada 2020/21 já possui novo uniforme. A camisa segue com as famosas listras em vermelho e branco. O único acréscimo de detalhes foi o azul escuro nas laterais e gola.

Camisa para temporada 2020/21 (Foto: Reprodução/Divulgação)
Camisa do Atlético de Madrid para temporada 2020/21 (Foto: Reprodução/Divulgação)

Sevilla

Fundado em 25 de janeiro de 1890, o . Assim, o primeiro uniforme era bem simples. Composto por camisas e calções brancos, meias pretas e sem o escudo. Por fim, o brasão do Sevilla só foi acrescentado em 1905. No entanto, ele sofreu diversas mudanças até se firmar como conhecemos.

Logo em 1909, o vermelho passou a ser acrescentado ao vestuário. Primeiro nas listras da camisa e depois nos meiões. Já em 1911, a cor esteve presente apenas no símbolo, seguindo até os dias de hoje.

Em resumo, podemos ver aqui a evolução dos uniformes desde a sua criação até o ano de 2013.

Evolução das camisas do Sevilla até 2013 (Foto: Reprodução/Lafutbolteca)

Para a temporada de 2020/2021, o clube ainda não apresentou o novo manto.

Foto destaque: FNV

 

Avatar
Bruna Gama
Eu sou a Bruna Gama. Paulistana, aspirante a jornalista esportiva e amante do futebol raiz. Grito, sofro, choro e corneto. Afinal para mim, não é só um jogo!

Artigos Relacionados