Os pedidos de Cuca são uma ordem: a reformulação alviverde

O Palmeiras pode não estar em campo desde sua eliminação contra o Santos, mas tem dado muito o que falar. Isso é por conta das diversas notícias que vêm surgindo sobre rescisões, contratações e trocas de jogadores do clube. O clube paulista fechou no final de semana com o zagueiro Yerry Mina, do Santa Fé, da Colômbia, e também jogador da seleção sub-23 que virá para as Olimpíadas este ano.

O zagueiro tem ótimos números: com 1,91 de altura, o jogador de apenas 21 anos é uma das peças-chave do Santa Fé por seu ponto forte, gols de cabeça, e, apesar da altura, também é rápido. Sua vinda está programada para final de maio, quando o campeonato colombiano termina e, aqui, concorre à vaga com Victor Hugo, titular na era Cuca, Thiago Martins, Roger Carvalho e Edu Dracena, os dois últimos ainda dúvidas para a temporada. Tobio deve voltar do Boca Juniors em breve, dado que seu empréstimo será finalizado, Augusto subiu da base e Fabiano, recém-chegado do Cruzeiro, também pode atuar como zagueiro.

No entanto, a torcida palmeirense, que acaba de perder Robinho – que não vinha fazendo boa atuação – para o Cruzeiro, clama por um bom meia. Cleiton Xavier retornou de contusão, mas ainda não é 100% e o time se viu obrigado, pela situação e boa atuação, a subir da base o meia Vitinho, que é bastante habilidoso, além de batedor de falta. Cuca, ainda assim, reafirma que precisa de outras opções para o meio de campo, que tem sido um dos setores mais criticados do time alviverde.

Em meio a especulações, alguns nomes surgiram para ocupar esta importante vaga do time. Diego, atualmente na reserva no Fernebahçe, despertou interesse do Verdão, principalmente por estar de saída da equipe turca. Há também Alex, atualmente no Internacional, que poderia fazer troca com Barrios, que interessa o time gaúcho, e Arrascaeta, que não fechou com o Palmeiras nas trocas com o Cruzeiro por conta dos números.

Há quem arrisque pedir Diego Souza, que voltou ao Sport após passagem rápida pelo Fluminense, e Montillo, que já trabalhou anteriormente com Cuca no Shandong Luneng.

Avatar

Sobre Marina Bufon Nunes

Marina Bufon Nunes já escreveu 22 posts nesse site..

Marina Bufon Nunes é formada em Linguística, mas a formação da vida a levou a amar e a viver de futebol. O gramado é seu tapete e a arquibancada, seu sofá. Achegue-se nas matérias e comentários, que são tirados de seu (sofrido) coração torcedor.

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Marina Bufon Nunes
Marina Bufon Nunes é formada em Linguística, mas a formação da vida a levou a amar e a viver de futebol. O gramado é seu tapete e a arquibancada, seu sofá. Achegue-se nas matérias e comentários, que são tirados de seu (sofrido) coração torcedor.

    Artigos Relacionados

    Topo