Os Chine$e$ Vem aí

Por Wesley Martins
Como já é de praxe em toda Janela de transferências no Futebol brasileiro, a China está atacando novamente. Sendo uma das economias mais altas do mundo, fazendo com que o futebol sejá um dos mais ricos do planeta, a China passou a ser candidato forte nas transações. Ainda mais quando contratam nossos treinadores que vão para lá e conhecem nossos jogadores, querendo levá-los daqui. Caso de Cuca, Felipão e Vanderlei Luxemburgo. O Guangzhou Evergrande, time de Luis Felipe Scolari, é digamos o novo ” Shakhtar da China “, recheado de brasileiros como Robinho, Paulinho e Ricardo Goulart, o time chinês conquistou a Liga dos Campeões da Ásia e estará no Mundial de Clubes neste ano. Mas sem dúvidas é um futebol muito diferente do nosso, fazendo só o dinheiro ser interessante. É o que faz a cabeça dos jogadores brasileiros quando recebem propostas, lá a rotina de treino é baixíssima, o futebol é menos rigoroso, sem falar na mídia brasileira e europeia que pouco olha pra lá.
Propostas recentes divulgadas pela imprensa chegaram a uma das revelações de 2015 no futebol brasileiro, Luan do Grêmio, presente na seleção do brasileirão, o garoto gremista foi sondado pelo futebol chinês mas renovou seu contrato com o clube Porto-Alegrense. Geuvânio do Santos, outra grande revelação, descartou qualquer possibilidade de transferência para o futebol asiático. Já para outro integrante da seleção do brasileiro, o meia Jadson parece estar sendo assediado pelo time de Vanderlei Luxemburgo da China, que disputa apenas a 2º divisão Nacional. O meia brasileiro que terminou a temporada em ótima fase, recebeu proposta milionária e isso parece ter balançado o jogador. O Técnico Tite já admitiu sua vontade que o jogador fique, querendo que a diretoria Corinthiana mantenha a base para a disputa da Libertadores 2016, mas convenhamos que disputar com os chineses na parte financeira é complicado, e a permanência do jogador é difícil para o ano que vem.
Tite também ressaltou a diferença do futebol brasileiro para o futebol chinês, descartando qualquer possibilidade do jogador de ser convocado para a seleção caso vá para a China.
O dinheiro realmente mexe com a cabeça dos jogadores, mas seria certo Jadson trocar a boa fase no Corinthians por um futebol pouco visto e menos qualificado? E o próximo, quem será? Cuidado com os Chine$e$.

BetWarrior


Poliesportiva


Weslley Dias
Weslley Dias
O futebol me conquistou ainda novo e levo esse amor para a vida toda, quero fazer disso um trabalho e inclusive apesar da pouca idade já lido com isso".

    Artigos Relacionados

    Topo