Orejuela em treino com a camisa do São Paulo (Foto: São Paulo)

Nesta sexta-feira (8), o empresário de Orejuela afirmou que o atleta não deve continuar no São Paulo para próxima temporada. Em entrevista ao GE, o agente disse que está insatisfeito com o fato de Hernán Crespo não dar oportunidades ao jogador. Assim, o lateral-direito, que chegou com status de titular, tem futuro incerto.

A princípio, Orejuela foi contratado logo no início da temporada pelo São Paulo. Inclusive, o clube comprou 50% dos direitos do atleta por 2 milhões de euros (R$ 12,5 milhão). Portanto, foi considerado pelo torcida uma das principais contratações. Assim, era a esperança de resolver os problemas da lateral-direita do Tricolor Paulista, que oscilou no ano anterior.

Contudo, o colombiano vem amargando a reserva. Aliás, em muitas oportunidades sequer é relacionado pelo treinador. Dessa forma, o empresário de Orejuela fez questão de dizer que o culpado é Hernán Crespo. Além disso, deixou claro que não há problemas com a instituição.

“O Crespo está queimando o jogador. Queimou um patrimônio do clube. O São Paulo fez o investimento e nós escolhemos ir para o São Paulo. Nosso problema não é com o clube, mas sim com o treinador”, disse Vinícius Prates ao GE.

Em suma, o atleta tinha a expectativa de ganhar sequência no clube do Morumbi. Afinal, Orejuela quer disputar a Copa do Mundo pela Colômbia. Contudo, o sonho está cada vez mais distante. Assim, o empresário também comentou a respeito deste tema.

“É um jogador que era de Seleção Colombiana e o Crespo arquivou ele. Tirou total a confiança do jogador. Com a manutenção do Crespo é quase impossível ele ficar no São Paulo. O Orejuela foi para o São Paulo com a pretensão de seguir na Seleção, ir para a Copa do Mundo, mas o treinador arquivou o jogador”, acrescentou.

Orejuela pelo São Paulo

Desde que chegou ao São Paulo, Orejuela disputou apenas oito partidas. Nesse período, o atleta fez um gol a favor, um contra e uma assistência. Contudo, o colombiano nunca teve uma sequência de jogos pelo clube. Claro, isso se deve ao fato de Dani Alves ter atuado como lateral-direito, praticamente, desde que Crespo chegou. Assim, a torcida imaginava que o recém-chegado seria reserva imediato do ex-camisa 10.

Entretanto, isso nunca ocorreu. Afinal, após o clube rescindir com Dani Alves, Igor Vinícius assumiu a titularidade na equipe. Todavia, a irritação veio ao perceber que Orejuela está sendo preterido por outros jogadores como reserva, já que nem está sendo relacionado. Assim, Hernán Crespo coloca Galeano para atuar improvisado. Além disso, na rodada anterior, o paraguaio estava suspenso, e o treinador escalou Igor Gomes na função.

Por outro lado, há outro empecilho para que Orejuela não esteja nem no banco de reservas nas últimas partidas: o excesso de estrangeiros. Afinal, o São Paulo conta com oito gringos, sendo que apenas cinco podem ser relacionados. Dessa forma, o treinador precisa escolher três para ficarem de fora. Então, ao lado de Rojas, o lateral-direito sempre é escolhido.

Na rodada anterior, o São Paulo afirmou que Orejuela ainda estava se recuperando. Por isso, segundo o clube, o colombiano foi preterido por Igor Gomes. Contudo, o empresário contou uma versão diferente.

“Falaram que o Orejuela estava em recuperação, e ele não está jogando por conta do treinador. Uma das maiores contratações que o São Paulo fez e não joga. O treinador coloca ele para treinar como zagueiro, e sabemos que o Orejuela é um jogador mais ofensivo, que chega bem ao ataque. Mas mesmo assim não coloca para jogar. O Orejuela não teve uma sequência de cinco jogos pelo clube”, disse Vinícius Prates.

Orejuela pode ganhar uma nova chance

Agora, o São Paulo volta a campo na próxima segunda-feira (11), diante do Cuiabá. O colombiano participou normalmente do último treino e deve estar 100%. Inclusive, Igor Vinícius não estará a disposição, mas Galeano estará. Dessa forma, a decisão está nas mãos de Hernán Crespo. 

Foto Destaque: Divulgação/São Paulo

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.

Deixe um comentário