OPINIÃO: Flamengo é o que melhor contratou. Corinthians sai no prejuízo.

O Flamengo, até agora, é o clube que melhor se armou para e temporada 2016.

 O clube trouxe ninguém menos que Muricy Ramalho, um dos melhores técnicos brasileiros e que estava afastado do futebol por conta de período de convalescença. Desejado por muitos clubes do Brasil como Internacional e São Paulo (onde Muricy teve passagens vitoriosas), o técnico escolheu a Gávea pela necessidade do Flamengo em ganhar títulos de expressão no cenário nacional, algo que não ocorre desde 2013, na épica conquista da Copa do Brasil daquele ano. Muricy Ramalho seguiu os exemplos de Tite, Dorival Júnior e Mano Menezes e aproveitou seu período longe dos gramados para atualizar-se na Europa, em cursos ministrados pela UEFA.

A reformulação do clube, aliás, não se limitou na comissão técnica: a pedido de Muricy foram contratados destaques do último Brasileirão como o goleiro Alex Muralha, que fez ótimo campeonato pelo Figueirense, assim como o lateral direito Rodinei, uma das peças-chave para a excelente campanha da Ponte Preta no torneio e Willian Arão, moderno segundo volante e um dos melhores atletas do Botafogo em sua vitoriosa campanha na Série B 2015. Chegaram também o lateral esquerdo Chiquinho, em troca envolvendo o atacante Paulinho, o experiente zagueiro Juan, que estava no Inter-RS e o jovem líbero Antônio Carlos, Ex Avaí. Além deles, o maior reforço do clube é o meia de seleção argentina Mancuello, que será o novo dono da Camisa 10 flamenguista. Os reforços, aliados a jogadores já qualificados como Éderson, Émerson Sheik e Paolo Guerrero, prometem tornar o elenco rubro-negro em um dos melhores – senão o melhor – do Brasil.

 Na contramão, o Corinthians, atual campeão brasileiro, sofre com a janela de transferências.

O time que encerrou a temporada de 2015 como Hexacampeão Brasileiro era tido como franco favorito para todas as competições que viria a disputar. Contava com sólida defesa (marca registrada de Tite), ataque letal (repleto de triangulações para se chegar ao gol adversário), um moderno esquema tático nos moldes europeus (4-1-4-1) além de união entre jogadores e comissão técnica.

Mas tudo caiu por terra no começo de 2016.

As saídas de Ralf, Jadson e Renato Augusto para o futebol chinês desintegraram o meio de campo corintiano, engrenagem mais importante do time em 2015. O centroavante Vágner Love, que iniciou sua passagem Alvinegra sob desconfiança e a terminou como vice-artilheiro do Brasileirão, também dá adeus ao clube. E o desmanche pode continuar: Elias e Gil também receberam propostas do futebol chinês (Hebei China Fortune e Shandong Luneng, respectivamente) e podem sair em breve.

Os jogadores contratados até o momento não possuem o mesmo nível técnico dos atletas que saíram: chegaram os meias Marlone e Alan Mineiro, o primeiro com ótima passagem pelo Sport em 2015, mas que ainda precisa se firmar no futebol brasileiro, e o segundo, uma promessa vinda do Bragantino e artilheiro do clube na Série B do ano passado. O goleiro Douglas e o lateral Moisés, também oriundos do time de Bragança Paulista, chegam para compor o elenco e são tidos como “apostas”. Já Alexandre Pato, que retorna ao clube após dezoito meses de empréstimo ao São Paulo, é visto por muitos com olhares de desconfiança devido sua relação desgastada com diretoria e torcida por conta de um pênalti batido com displicência contra o Grêmio, que culminou na eliminação do Alvinegro na Copa do Brasil de 2013.

Avatar

Sobre Vinícius Deguar

Vinícius Deguar já escreveu 26 posts nesse site..

Jornalista de 23 anos e estudante de Comunicação Social na UNG/SP, escrevo para o Site Futebol na Veia desde novembro de 2015 e sou especializado no núcleo do futebol paulista, cobrindo principalmente o cotidiano dos quatro grandes do estado de São Paulo. Aprendi como um time deve jogar bola vendo o Barcelona holandês-catalão de Cruiff, Rijkaard, Davids, Overmars e cia. limitada. Possuo o futebol em minhas veias desde criança. Contato: viniciusdeguar@aim.com

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Vinícius Deguar
Jornalista de 23 anos e estudante de Comunicação Social na UNG/SP, escrevo para o Site Futebol na Veia desde novembro de 2015 e sou especializado no núcleo do futebol paulista, cobrindo principalmente o cotidiano dos quatro grandes do estado de São Paulo. Aprendi como um time deve jogar bola vendo o Barcelona holandês-catalão de Cruiff, Rijkaard, Davids, Overmars e cia. limitada. Possuo o futebol em minhas veias desde criança. Contato: viniciusdeguar@aim.com

    Artigos Relacionados

    Topo