Copa do Brasil de Futebol Feminino começa nesta semana: não deixe o apoio só na promessa

Quando se fala de futebol feminino brasileiro, todo fim de Olimpíada é o mesmo papo. Precisamos investir mais na modalidade. Precisamos apoiar mais as jogadoras. Mas fato é que mais uma edição dos Jogos Olímpicos chega ao fim e o cenário continua o mesmo. Você sabia que Santos e Rio Preto jogam a primeira final do Campeonato Paulista feminino nesta quinta-feira, dia 24? E que nesta quarta-feira, dia 23, começa a Copa do Brasil para elas?

Apesar de termos uma quarta-feira recheada com 12 duelos de ida, nenhum destes confrontos será televisionado. Sim, é isso mesmo que você entendeu. Ao contrário da decisão do estadual que terá transmissão da Sportv, você não vai encontrar a Copa do Brasil em nenhum canal, de acordo com um documento divulgado no site da CBF.

Segundo a entidade, esta responsabilidade caberia a TV Brasil, que teoricamente é a emissora encarregada de transmitir os jogos da Copa do Brasil feminina, assim como foi feito no ano passado. Entretanto, ainda não existe nenhuma indicação sobre quais partidas serão transmitidas pelo canal, não sendo possível saber se foi resultado de uma falta de interesse da TV Brasil em obter os direitos de transmissão do torneio. Vale lembrar também que a emissora passa por um momento delicado, uma vez que está nas mãos do governo federal, que por sua vez tem cortado recursos.

É impossível não se revoltar com esse cenário. Mais uma vez o futebol feminino brasileiro volta ao esquecimento depois dos Jogos Olímpicos, após o quarto lugar na competição. Não adianta torcer pelas brasileiras apenas de quatro em quatro anos. É fundamental apoiar os campeonatos caseiros para que a modalidade consiga sobreviver e se desenvolver no país. Com maior visibilidade, maiores serão as possibilidades de patrocínios que possibilitem os investimentos tão necessários. As jogadoras precisam dessa atenção e é ridículo que elas tenham que pedir algo tão simples e óbvio aos prantos, em frente às câmeras – e em vão, até então.

Para você ter noção da dificuldade que é a realidade delas, é nona vez que a Copa do Brasil de Futebol Feminino vai acontecer e o último campeão não vai participar desta edição. O Kindermann, de Santa Catarina, foi aniquilado (pelo menos por enquanto) após o assassinato de José Henrique Kaercher, técnico que comandou a equipe no ano passado. Além do clube catarinense, que seria forte candidato ao título, a Ferroviária também ficará de fora desta vez. Apesar destas baixas, a competição continua forte com o Flamengo, atual campeão do Campeonato Brasileiro feminino, e os maiores campeões da Copa do Brasil: o Santos e o São José.

Cabe também a cada um de nós fazer a nossa parte. Não dê atenção aos times femininos apenas durante as Olimpíadas. Conheça o time da sua cidade. Procure saber se o seu clube do coração também time feminino, e se não tiver, cobre. Vá aos jogos. Cobre as operadoras e emissoras de televisão. Enquanto os times masculinos nadam em dinheiro, os femininos precisam deste apoio para so-bre-vi-ver.

Nos dias 24, 25 e 31 de agosto acontecerá a primeira fase da Copa do Brasil, disputada por 32 equipes. Já a fase seguinte, que contará com 16 equipes, acontecerá nos dias 7 e 14 de setembro. As quartas de final serão jogadas no fim de setembro, nos dias 21 e 28. Em outubro, teremos as semifinais e a grande final, nos dias 5 e 12 e 19 e 26, respectivamente. O campeão fará companhia ao Flamengo na Copa Libertadores da América de Futebol Feminino de 2017, campeonato dominado por nossas guerreiras.

Confira a tabela dos confrontos de ida da primeira fase da Copa do Brasil de Futebol Feminino e veja se algum dos jogos será na sua cidade. Não deixe de apoiar nossas meninas!

Quarta-feira, 24 de agosto, 15h

Ararangua-SC x Foz Cataratas-PR (Casa-Lar, Araranguá)

Estância Velha-RS x Chapecoense-SC (Passo D’Areia, Porto Alegre)

Náutico-PE x Botafogo-PB (Aflitos, Recife)

Boca Júnior-SE x São Francisco-BA (Augusto Franco, Estância)

UDA-AL x Vitória-PE (Rei Pelé, Maceió)

Barcelona-RJ x Comercial-MS (Estádio da Rua Bariri, Rio de Janeiro)

Cresspom-DF x Aliança-GO (Maria Abadia, Ceilândia)

União-RN x Caucaia-CE (Arena das Dunas, Natal)

Quarta-feira, 24 de agosto, 17h

JV Lideral-MA x Tiradentes-PI (Frei Epifânio, Imperatriz)

Quarta-feira, 24 de agosto, 20h00

São Raimundo-RR x Iranduba-AM (Roberto Marinho, Boa Vista)

Quarta-feira, 24 de agosto, 20h15

Intercap-TO x São José-SP (José Pereira Rêgo, Paraíso do Tocantins)

Vila Nova-ES x Ipatinga-MG (Kléber Andrade, Cariacica)

Quarta-feira, 24 de agosto, 21h00

Porto-RO x Atlético-AC (Aluízio Ferreira, Porto Velho)

Quinta-feira, 24 de agosto, 20h30

Oratório-AP x Flamengo-RJ (Zerão, Macapá)

Quarta-feira, 31 de agosto, 15h

Santos-SP x Mixto-MT (Vila Belmiro, Santos)

Audax-SP x Pinheirense-PA (José Liberatti, Osasco)

Mayara Flausino

Sobre Mayara Flausino

Mayara Flausino já escreveu 33 posts nesse site..

Mayara Flausino, 22 anos, sempre foi apaixonada por esportes. Já tentou ser nadadora, ginasta, jogadora de basquete, vôlei e futsal. No fim, pendurou as chuteiras e decidiu ir para o time dos jornalistas, o qual faz parte desde 2015. Atualmente procura uma vaga no time profissional e luta pelo fim do escanteio curto.

BetWarrior


Poliesportiva


Mayara Flausino
Mayara Flausino
Mayara Flausino, 22 anos, sempre foi apaixonada por esportes. Já tentou ser nadadora, ginasta, jogadora de basquete, vôlei e futsal. No fim, pendurou as chuteiras e decidiu ir para o time dos jornalistas, o qual faz parte desde 2015. Atualmente procura uma vaga no time profissional e luta pelo fim do escanteio curto.

    Artigos Relacionados

    Topo