O retorno tão esperado do J.League. Mesmo que apenas na segunda rodada, já é possível ver como os times pretendem se comportar na competição. O Oita Trinita jogando em casa, derrotou o Sagan Tossu . O  FC Tokyo venceu o Kashiwa Reysol fora de casa. E por fim o empate em 0 x 0 entre Urawa Reds Yokohama Marinos.

Com a vitória o Oita aparece na 9ª colocação enquanto a equipe do Sagan caiu para a 14ª. O FC Tokyo chegou a segunda vitória em dois jogos e termina a rodada na vice-liderança. A derrota em casa deixou o Kashiwa em 8º que tem uma vitória na competição. Graças ao ponto conquistado o Urawa garantiu a 5ª colocação, agora com 4 pontos somados. Por outro lado o Yokohama inaugura sua pontuação e fica em 13º colocado.

J.LEAGUE – 2ª RODADA

OITA TRINITA 2 X 0 SAGAN TOSSU

O jogo começou frio. As equipes pareciam se estudar e a primeira oportunidade apareceu aos 15′. Em finalização de longa distância o goleiro do Oita, Shun Takagi, fez boa defesa mandando a bola para escanteio. Aos 24´, em escanteio cobrado pela direita com passe para trás, a finalização de Fuchi Honda obrigou o goleiro Takagi a fazer uma grande defesa e evitar o gol dos visitantes. A primeira etapa seguiu sem mais grandes oportunidades.

O jogo ainda teria maiores emoções, e teria como personagem principal um cara que iniciou no banco. A substituição que mudou o jogo foi aos 10′ da segunda etapa. Tatsuya Tanaka entrou no lugar de Kenta Inoue e precisou de apenas dez minutos em campo para abrir o placar no estádio Showa Denko. Em cruzamento de Yuki Kagawa, Tanaka fez de cabeça, 1 x 0. Ele fez também o segundo gol, após ótima bola enfiada por Yamato Machida o camisa 11 marcou o gol que definiu o placar, 2 x 0 para o Oita Trinita.

URAWA RED DIAMONDS X YOKOHAMA F. MARINO

O primeiro bom lance do jogo foi logo aos 5′, bem como a primeira finalização do jogo. Uma bomba de fora da área Koya Yuruki obrigou o goleiro Il-Kyu Park a fazer boa defesa. Por mais que o jogo tivesse poucas oportunidades, elas surgiam. Logo que aos 33′, em nova finalização de longa distância, o goleiro Park apareceu outra vez para evitar o gol dos donos da casa. Mas sem dúvida a oportunidade mais clara na primeira etapa foi dos visitantes. O brasileiro Erik recebeu grande bola em profundidade mas finalizou para fora.

O segundo tempo começou, e a primeira grande chance surgiu novamente nos pés de Erik aos 3′. Ele fez grande jogada individual, invadiu a área mas acabou ficando sem espaço para finalização e dividiu a bola com o goleiro. A segunda etapa foi de maior domínio dos visitantes. Apesar disso, foram poucas finalizações perigosas. A chance mais clara ocorreu no último minuto de jogo na finalização de Edigar Junio. O goleiro Nishikawa fez milagre e segurou o empate, 0 x 0.

KASHIWA REYSOL 0 X 1 FC TOKYO

Apesar do início sem muita pressão de nenhuma das equipes, o jogo cresceu aos poucos. Aos 25′ o brasileiro Diego Oliveira chegou cara a cara com o goleiro e foi tocado por trás. Em seguida reclamou muito de pênalti mas o árbitro não marcou nada. O primeiro tempo ainda teria mais uma oportunidade para os donos da casa. Após cruzamento que veio da direita, Michael Olunga cabeceou para fora.

O goleiro Gyu Kim dos donos da casa, fez uma ótima defesa aos 8′ do segundo tempo. Porém seis minutos mais tarde o brasileiro Richardson cometeu falta na entrada da área e foi expulso após levar o segundo amarelo. Dessa forma os donos da casa ficaram com um jogador a menos. Com isso os visitantes cresceram no jogo e criaram mais oportunidades. E aos 17′ após escanteio cobrado pelo lado direito, Watanabe, depois de um bate rebate dentro da área, marcou o gol do jogo,1 x 0.

Foto Destaque: Reprodução/ Site Oficial J.League

Veja mais em: https://bit.ly/2NXniWA

João Miguel Mendonça de Freitas
Sou apaixonado por esportes e resolvi escolher o jornalismo por conta da proximidade que essa profissão me dá do esporte, gosto muito de trabalhar nos meios digitais também e isso me levou a gostar bastante de escrever em sites e blogs.

Artigos Relacionados