Odegaard está fora dos próximos jogos do Real Madrid

- Norueguês contundiu o músculo do sóleo e ficará longe dos gramados por cerca de um mês
Odegaard sofre lesão e está fora dos próximos jogos do Real Madrid (Foto Destaque: Reprodução/Getty Images)

A semana não iniciou bem para Zidane no Real Madrid. Assim, após perder para o Cádiz na 6ª rodada da La Liga, o francês recebeu a notícia que Martin Odegaard ficará de fora dos próximos jogos dos Merengues. Contudo, o norueguês sofreu lesão no músculo do sóleo direito, quando representava seu país na data FIFA. Diante disso, o meio-campista ficará de fora por cerca de um mês.

O departamento médico do Real Madrid diagnosticou a contusão na última sexta-feira (16). Entretanto, os profissionais optaram por liberar Odegaard para descansar no final de semana, fazendo assim um novo diagnóstico nesta segunda-feira (19). Assim, os Merengues confirmaram a lesão no músculo de Martin.

https://twitter.com/RealMadridXtra/status/1318217170724159488?s=20

Dessa maneira, o norueguês ficará de fora dos próximos oito jogos dos Madridistas e tem previsão de voltar aos gramados na partida da 11ª rodada da La Liga, contra o Aláves. Neste meio tempo, a equipe inicia sua trajetória na Champions League 2020/21. Diante disso, o Real ocupa o grupo B da competição, composto também por Internazionale, Borussia Mönchengladbach e Shakhtar Donetsk.

Na atual temporada, Odegaard disputou três partidas pelos Merengues, todas válidas pelo Campeonato Espanhol. Entretanto, não marcou nenhum gol.

O Real Madrid ocupa a 3ª posição da La Liga, com 10 pontos conquistados em cinco jogos. O próximo jogo dos comandados de Zidane será o El Clássico contra o Barcelona no próximo sábado (24), às 11h (horário de Brasília) no Camp Nou.

Foto Destaque: Reprodução/Getty Images

BetWarrior


Poliesportiva


Bruno Reis
Bruno Reis
Prazer! Sou Bruno Reis, de Santo André, ABC paulista. Desde 2001 vivo, choro e sorrio por futebol. Costumo dizer que este esporte nunca será qualquer um, ele muda e transforma vidas, como fez com a minha. Próximo do término do ensino médio, me senti perdido, me perguntava qual seria meu rumo a partir dali. Apesar de não ter dado certo dentro de campo, percebi que tinha chegado a hora de viver do futebol fora dos gramados, como jornalista. Hoje não me vejo longe dessa profissão, virou minha paixão. O que mais amo fazer é escrever e viver dele com todas as minhas forças.

    Artigos Relacionados

    Topo