Odegaard - Goal - Getty Images

O jovem meio-campista Martin Odegaard, de 21 anos, declarou à comissão técnica da Real Sociedad que pretende permanecer mais uma temporada na equipe. O jogador, que pertence ao Real Madrid, deveria receber um pronunciamento sobre seu futuro dos Merengues no último dia 31 de maio, porém a pandemia adiou tal ação. O time da capital espanhola, no entanto, não sabe ainda se deseja contar com o atleta ao fim de seu empréstimo. Apesar de seu desempenho ser excelente neste Campeonato Espanhol, uma possível transferência de Modric deve pesar na decisão de Florentino Pérez.

O contrato de Odegaard com a Real Sociedad é válido por empréstimo de uma temporada, com opção de renovação por mais outra. Todavia, seu bom desempenho nesta edição da La Liga fez com que o Real Madrid ficasse de olho em um possível retorno do atleta. Porém, se depender do presidente Jokin Aperribay, o jogador não sai da equipe de San Sebastián tão cedo. Em um recente entrevista à Rádio Euskadi, concedida no último dia 9, o mandatário disse o seguinte:

“Acho que Odegaard vai ficar no Real [Sociedad]. É o que acredito, é a esperança que temos”, disse. “Quando você fica no Real, se fica, precisa estar convencido, como quando ele veio no ano passado, convencido de que é a melhor opção para a próxima temporada. A decisão é com ele e acho que ele ficará”, complementou.

Temporada de Odegaard

Contratado como grande promessa pelo Real Madrid em 2015, o atleta no entanto não rendeu o esperado em seus primeiros compromissos pelo Castilla e pela equipe principal. Apesar de ter sido emprestado outras duas vezes, foi na Real Sociedad que a joia norueguesa conseguiu apresentar seu melhor futebol desde sua chegada ao país ibérico. Na temporada, Odegaard lidera a La Real na campanha finalista da Copa do Rei e, além disso, sua equipe ocupa a 5ª posição no Campeonato Espanhol. Seus números na atual época incluem 29 partidas entre La Liga e Copa da Espanha, com sete gols e oito assistências.

Foto Destaque: Reprodução/Goal/Getty Images

João Lopes
Sempre tive paixão por informar e escrever. Como sempre gostei de futebol e, não sei falar de outra coisa na vida, decidi que trabalharia com isso. Tentei com a bola nos pés, mas não tive um empresário de sucesso...Brincadeiras à parte, com o passar do tempo, percebi que era melhor com a caneta na mão do que com a chuteira no pé.

Artigos Relacionados