Atualmente no Stoke City, da InglaterraObi Mikel vestiu a camisa do Chelsea entre 2006 e 2017. Dessa forma, ao longo do período, trabalhou ao lado de grandes nomes do futebol e dividiu o campo com estrelas atuais. Companheiro de Hazard durante cinco anos nos Blues, o nigeriano fez revelações sobre o comportamento do belga nos bastidores e nas sessões de treinamentos em entrevista ao jornal inglês “The Athletic”. Segundo o volante, o ex-camisa 10 dos londrinos não se dedicava totalmente nos treinos.

“Sempre disse que Hazard que era um dos jogadores mais dotados. Tinha tudo: velocidade, potência, habilidade, técnica… só estava atrás de Messi e Cristiano Ronaldo. Mas era preciso ele querer. Por vezes dizia: ‘Se quiser, só não serei tão bom como Messi, porque é de outro planeta, mas posso estar perto do nível de Ronaldo, ou até melhor'. Estas eram as palavras que saiam da boca dele. Mas depois não era empenhado nos treinos”, afirmou.

Pelo ChelseaHazard realizou 352 partidas, tendo anotado 110 gols e dado 92 assistências. Assim, o belga se notabilizou por assumir o papel de principal jogador dos Blues até se transferir ao Real Madrid. Desse modo, segundo Mikel, o poder de decisão do ex-companheiro impedia que outros jogadores e até mesmo a comissão cobrassem mais empenho nos treinamentos.

“Era tão bom que ninguém lhe dizia nada. Chegava ao fim de semana e dava-nos a vitória, era o melhor em campo. Depois, durante a semana, era como se não estivesse nos treinos. Ficava parado, a andar. Todos davam o máximo nos treinos, gritavam, e ele nada”, finalizou.

Foto Destaque: Reprodução/Marca

Renan Liskai
Renan Liskai
Muito prazer! Sou Renan Liskai, paulista, natural de Santo André. Desde 1998 falando, respirando, sorrindo, chorando e enlouquecendo por futebol. A vida de goleiro não deu certo, mas o jornalismo sempre esteve ali. Descobri que se não podia estar dentro de campo ou das quadras, eu poderia estar do lado de fora, mas sempre vivendo tudo isso. Sou daqueles que não perde um jogo de futebol por nada, seja ele qual for. Costumo dizer que esse esporte é assunto mundial e que não há uma pessoa no mundo que nunca tenha falado sobre tudo que acontece dentro e além das quatro linhas. Assim como todo mundo, carrego uma história e experiências. Sou filho, irmão, neto, amigo e sempre serei um eterno aprendiz dessa vida.