O que acontece com Cleiton Xavier?

Contratado em fevereiro de 2015 para ser novamente o camisa 10 Alviverde, o meia Cleiton Xavier sofreu nova lesão e desfalcará o Palmeiras por até 60 dias.

Em sua segunda passagem pelo Palmeiras, Cleiton Xavier tem sofrido com a readaptação ao futebol brasileiro e, principalmente, com recorrentes contusões. Desde que retornou, no primeiro semestre de 2015 até agora, Cleiton disputou somente 17 partidas, onde jogou por 90 minutos em apenas uma ocasião, contra o ASA, em disputa válida pela Copa do Brasil.

O setor de criação do Palmeiras foi um dos mais carentes do clube em 2015. A ausência de CX 10 sobrecarregou o trabalho de Robinho, único meia de ofício e responsável por municiar Dudu, Gabriel Jesus e Rafael Marques. Dada a ausência de um atleta do quilate de Cleiton, o treinador Marcelo Oliveira foi forçado a improvisar atletas em sua posição, como Barrios, recuado de segundo atacante para o meio de campo em algumas ocasiões e Zé Roberto, que saía da lateral esquerda para o setor criativo.

 Com um salário considerado alto (superior a R$ 300 mil), Cleiton Xavier desfalcará o Palmeiras no Paulistão e na Libertadores. Resta saber quem é o principal responsável por seu problema de lesões recorrentes: o próprio atleta ou o departamento médico palmeirense.

Avatar

Sobre Vinícius Deguar

Vinícius Deguar já escreveu 26 posts nesse site..

Jornalista de 23 anos e estudante de Comunicação Social na UNG/SP, escrevo para o Site Futebol na Veia desde novembro de 2015 e sou especializado no núcleo do futebol paulista, cobrindo principalmente o cotidiano dos quatro grandes do estado de São Paulo. Aprendi como um time deve jogar bola vendo o Barcelona holandês-catalão de Cruiff, Rijkaard, Davids, Overmars e cia. limitada. Possuo o futebol em minhas veias desde criança. Contato: viniciusdeguar@aim.com

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Vinícius Deguar
Jornalista de 23 anos e estudante de Comunicação Social na UNG/SP, escrevo para o Site Futebol na Veia desde novembro de 2015 e sou especializado no núcleo do futebol paulista, cobrindo principalmente o cotidiano dos quatro grandes do estado de São Paulo. Aprendi como um time deve jogar bola vendo o Barcelona holandês-catalão de Cruiff, Rijkaard, Davids, Overmars e cia. limitada. Possuo o futebol em minhas veias desde criança. Contato: viniciusdeguar@aim.com

    Artigos Relacionados

    Topo