O Preço do Sucesso

O Corinthians iniciou 2015 com um dos melhores elencos do Brasil, e após duas eliminações (na semifinal do Paulistão e oitavas da Libertadores, respectivamente), sofreu com a debandada de quatro jogadores: o volante reserva Petros e os titulares Fábio Santos, Emerson Sheik e Paolo Guerrero, este último ainda com status de melhor centroavante em atividade do Brasil, maior ídolo da torcida e autor do gol mais importante da história recente do clube (Mundial Interclubes de 2012). A crise financeira provocada pela construção de seu estádio em Itaquera fez o Corinthians atrasar mais de um semestre em salários e premiações para o elenco. Naquela altura, com cenário tão negativo, muitos acreditavam que a única disputa do alvinegro paulista seria pela permanência na Série A do Brasileirão.

Entretanto, empurrado pela fiel torcida e comandado por Tite, que soube administrar o elenco mesmo nos piores momentos, o clube deu a volta por cima e conquistou o campeonato brasileiro de maneira inquestionável, com três rodadas de antecedência. A solidez de Gil e Felipe, as infiltrações de Elias, a genialidade da dupla “Renadson” e os gols de Vágner Love fizeram a diferença.

Diferença que hoje bate à porta do Parque São Jorge para cobrar seu preço.

A campanha corintiana no último Brasileirão não passou despercebida no exterior, que hoje é o principal responsável pelo assédio aos jogadores do Timão. Nesta janela de transferências, nove atletas do time titular já foram sondados e/ou receberam propostas: Cássio, Gil, Felipe, Ralf, Elias, Jadson, Renato Augusto, Malcom e Vágner Love. Apenas os laterais Fágner e Uendel não foram procurados por outros clubes, além do técnico Tite.

Ralf, Jadson e Renato Augusto, por sinal, já deram adeus ao clube. Sem mencionar Edu Dracena, liberado para assinar com o arquirrival Palmeiras. Elias ainda tem chances de ir para o futebol chinês, o que sabotaria por completo o meio de campo responsável pela conquista do último Brasileirão. O goleiro Cássio está de malas prontas para o Besiktas-TUR e também pode sair ainda nesta semana.

O ano de 2016 começou de maneira difícil para o Corinthians, que assim como ano passado, precisará mais uma vez reestruturar-se, confrontar opiniões adversas e adaptar-se perante a debandada de seus melhores jogadores. Árdua tarefa para Tite, novamente desafiado a reconstruir um time a partir das cinzas.

Avatar

Sobre Vinícius Deguar

Vinícius Deguar já escreveu 26 posts nesse site..

Jornalista de 23 anos e estudante de Comunicação Social na UNG/SP, escrevo para o Site Futebol na Veia desde novembro de 2015 e sou especializado no núcleo do futebol paulista, cobrindo principalmente o cotidiano dos quatro grandes do estado de São Paulo. Aprendi como um time deve jogar bola vendo o Barcelona holandês-catalão de Cruiff, Rijkaard, Davids, Overmars e cia. limitada. Possuo o futebol em minhas veias desde criança. Contato: viniciusdeguar@aim.com

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Vinícius Deguar
Jornalista de 23 anos e estudante de Comunicação Social na UNG/SP, escrevo para o Site Futebol na Veia desde novembro de 2015 e sou especializado no núcleo do futebol paulista, cobrindo principalmente o cotidiano dos quatro grandes do estado de São Paulo. Aprendi como um time deve jogar bola vendo o Barcelona holandês-catalão de Cruiff, Rijkaard, Davids, Overmars e cia. limitada. Possuo o futebol em minhas veias desde criança. Contato: viniciusdeguar@aim.com

    Artigos Relacionados

    Topo