Antes de mais nada, na tarde da última segunda-feira (11), a Torcida Jovem, maior torcida organizada do Santos anunciou que está disponibilizando sua sede aos órgãos do Estado para usar como ponto de vacinação. Além disso, a sede fica localizada em um ponto estratégico da Zona Leste de São Paulo. Portanto, com uma grande quadra, pode ajudar na rapidez de imunização.

ETERNO PRESIDENTE

Cosmo foi um dos fundadores e o primeiro presidente da Torcida Jovem do Santos em 1969. Assim, hoje é chamado de Eterno Presidente. Além disso, Cosmo teve ajuda de Alemão, Tobogã, Menezes, Celso Jatene, Miguel e outros dos 13 jovens santistas.

Dessa maneira, em entrevista exclusiva ao Futebol Na Veia, Cosmo, fundador da Torcida Jovem, deu mais detalhes sobre o assunto:

Acima de tudo, hoje, qual é a sua posição dentro da Torcida Jovem?

“Eu fui o primeiro presidente e hoje me chamam de “eterno presidente”. A gente está aí com a diretoria para o que der e vier. A Torcida Jovem não tem dono e vamos acompanhando nos atuamos bastante na escola de samba no carnaval para o que der e vier há 51 anos que comemoramos recentemente.”

O que o senhor pensa em relação à vacina?

“A vacina é a esperança de todos, e a gente torce para que chegue logo e que todos possam ser vacinados. O importante é que a população seja vacinada e no que pudermos ajudar, iremos.”

A sede da Torcida Jovem pode abrigar até quantas pessoas?

“A sede da torcida jovem em festas já abrigou, aproximadamente, 4500 pessoas simultaneamente que já estiveram lá na nossa quadra e lá suporta tranquilamente três mil pessoas sem aperto”.

O que vocês esperam com a possível parceria com o Governo do Estado de São Paulo?

“Antes de mais nada, é poder ajudar a população. Nossa consciência e da nossa diretoria é ajudar a população exclusivamente. E esperamos que a vacina salve as pessoas de São Paulo e do nosso País, sem qualquer descriminalização e estamos aqui para ajudar e facilitar. A nossa ideia por conta da sede estar em um local estratégico da Zona Leste de São Paulo, que é uma zona bem populosa e para estar disponível para toda a população”. 

TORCIDA JOVEM

Primeiramente, a Torcida Jovem foi fundada em 1969 na capital de São Paulo, no bairro do Brás e desde então está “com o SANTOS onde e como ELE estiver “, acompanhado o time da baixada santista em todos os lugares do mundo a mais de 51 anos. Hoje a Torcida conta com aproximadamente 65 mil sócios. Dessa maneira, o anúncio da última segunda-feira (11) só reforça o interesse da torcida em ajudar a população com mais um ponto de vacinação contra Covid-19.

MARCELO CAVERNA 

Além de conversar com o eterno presidente Cosmo Damião, em seguida, entrevistamos Marcelo Caverna, diretor da Torcida Jovem, Mestre de Bateria da Escola de Samba da Torcida Jovem. Além disso, ele é professor de Artes e de Cultura Popular e professor de percussão e bateria. Com isso, o diretor contou com exclusividade ao Futebol na Veia mais sobre o assunto.

Como surgiu a ideia de oferecer a sede ao governo de São Paulo? 

“Surgiu dentro da nossa própria questão histórica de lutas sociais. A Torcida Jovem, desde 1969, participa de lutas e movimentos populares que vão muito além do futebol. Podemos ver na própria questão política, a Torcida Jovem, esteve presente em grandes lutas pela democracia e direitos do povo, como as Diretas Já, (a bateria que tocava nas grandes manifestações e comícios em prol ao direito do voto popular era da Torcida Jovem do Santos). Além disso, lutamos pela autonomia de Santos, Anestia Ampla Geral Plena e Irrestrita, o movimento Caras Pintadas entre tantas outras lutas até os dias de hoje. Somos uma entidade que temos essa vocação desde a nossa fundação. Temos anualmente um calendário de ações sociais, esportivas e culturais desenvolvidas em nossa sede, sub sede e em todo o estado de sp. Não poderíamos passar batido nesta luta contra a pandemia”. 

A sede virando um ponto de vacinação seria para uma população específica? 

“A sede estará com as portas abertas para todos os seres humanos, independentemente de gênero, raça, religião ou time. Toda a população paulistana! O nosso objetivo é vencer a Covid-19 e acabarmos com este vírus letal!”

Qual sua opinião sobre a vacina? 

“A vacina é tudo que precisamos agora, é mais do que nossa esperança e a realidade. Através da ciência, conhecimento e com a vacina iremos vencer a pandemia e o momento gravíssimo que estamos vivendo no mundo. Afinal, a vacina é mais que uma necessidade e uma realidade para vencermos este caos”. 

Qual sua experiência sobre a Covid-19 e os sintomas? 

“Foi a pior sensação que já senti na vida, uma angústia terrível, falta de ar, pressão subindo. Com isso, tive que ir de madrugada para um pronto Socorro, e graças a Deus temos o SUS. De antemão, gostaria de fazer um agradecimento e prestar uma homenagem a todas as pessoas que estão trabalhando no SUS e enfrentando a Pandemia. Sabemos que, infelizmente, não é fácil trabalhar no aparelho público onde não tem as melhores condições. São muitos guerreiros e guerreiras que estão nessa luta pela gente. Portanto, torcemos para que além de vencer a Pandemia, que a gente tenha melhores representantes para os profissionais de Saúde serem valorizados e suporte para eles trabalhar”.

Quantas pessoas podem ser vacinadas por dia na sede? 

“É difícil de responder, pois é uma questão técnica. Vai depender da secretaria Estadual de Saúde. Além disso, temos que saber a quantidade de pessoas capacitadas para trabalhar na vacinação, a quantidade de vacinas. Então não tem como cravar um número exato. No entanto, podemos dizer que estamos de braços abertos e preparados para ajudar no que for necessário, para que o máximo de pessoas sejam vacinadas por dia”.

Foto Destaque: Divulgação/Torcida Jovem

Alef Sousa
Alef Sousa
Sempre fui apaixonado por esportes, especialmente futebol. E vi através do jornalismo uma oportunidade de estar trabalhando com a minha Paixão. Estou no 3º Semestre da faculdade de Jornalismo. Meu grande Objetivo é torna-me repórter de campo e cobrir grandes competições. Sou um cara, extrovertido, animado, comunicativo e cheio de vontade de aprender.

Artigos Relacionados