Club de Gimnasia y Esgrima La Plata, quando ele visitasse a casa dos adversários. A declaração foi dada a Nicolás Distasio durante uma entrevista cedida ao TNT Sports.

“Estou certo de que quando a Gimnasia for ao Monumental, meu velho será aplaudido de pé. Se não o fizerem, por tudo que ele lhes deu com a camisa da Argentina, seria uma coisa muito feia”, afirmou o atleta. Apesar de soar até provocativa, a fala vêm de um torcedor assumido dos Millonarios, fato que ainda gera estranhamento.

https://www.instagram.com/p/B_stt5dKsLX/

A IDOLATRIA DE MARADONA JUNIOR

Aos 33 anos, voltando a esclarecer esse ponto, o jogador de futebol de areia reafirmou sua torcida, mas negou que ela seja orientada por desavenças com o pai. Esse pensamento vinha de boatos, agora desmentidos, que apontavam a existência de rancor entre as partes, visto que Maradona só conheceu Junior pessoalmente em 2003.

Dessa forma, voltando a falar do clube do coração, ainda elegeu seus nomes favoritos da equipe, com Pablo Aimar, Enzo Francescoli e Juan Quintero. Esse último foi destacado como o homem que “me deu uma das maiores alegrias como fã”. Por fim, possivelmente influenciado pelo histórico do El 10 no Napoli, disparou contra o principal nome italiano da atualidade, a Juventus de Cristiano Ronaldo: “Sou apenas contra a Juve porque são ladrões, roubam jogos”.

Foto destaque: Divulgação/ Diego Junior

Tiago Souza
Formado em jornalismo pela Universidade São Judas, atuei em diversas áreas de maneira colaborativa. Sou viciado em informação e, por isso, estudo todos os dias sobre futebol e videogames, tendo essas duas vertentes como pilares da minha personalidade. Apesar de levar esses temas muito a sério, tenho a plena noção de que, sem o amor e a descontração, nenhuma delas existiria de forma tão espetacular como são hoje.

Artigos Relacionados