Zidane x Italia (O fracasso da Copa de 2006)

A França foi para a final da Copa do Mundo de 2006, perdendo para a Itália nos pênaltis. Dessa forma, o fracasso ocorreu na conquista do bicampeonato, mesmo tendo um time repleto de estrelas como: Thierry Henry, Franck Ribéry, Djibril Cissé, Eric Abidal, Patrick Vieira, David Trezeguet e Zinedine Zidane. Ademais, a competição ficou marcada pela lendária cabeçada de Zidane no peito do zagueiro Marco Materazzi. No entanto, como foi a participação dos Bleus até o último jogo? 

A TRAJETÓRIA NA FASE DE GRUPOS

O início da Copa do Mundo 2006 foi desastroso para a França. A seleção caiu no Grupo G, com Suíça, Coréia do Sul e Togo. Dessa forma, empatou por 0 x 0 contra a SuíçaPorém, o empate saiu no lucro, já que a partida foi bem equilibrada com diversos ataques para ambas seleções. No entanto, os dois principais lances deste jogo foram: o pênalti não assinalado para os Bleus e a trapalhada que Alexander Frei fez, quando colocou a mão na bola, sendo que havia um companheiro atrás para marcar o gol da vitória dos suíços.

Na 2ª partida do campeonato, Coréia do Sul e França se enfrentaram. Dessa forma, o concorrente mais duro já teria passado na 1ª rodada, porém houve uma surpresa. Então, no início, Thierry Henry abriu o placar aos oito minutos do 1º tempo. No entanto ocorreu uma zebra, aos 40 da 2ª etapa, Ji-Sung Park empatou para a seleção asiática. Dessa maneira, os Bleus empataram e dependiam apenas de um vitória no último jogo para passarem para a próxima fase.

Henry (Divulgação: Reuters)
Henry comemorando seu gol (Divulgação: Reuters)

No último jogo da fase de grupos, o crucial e determinante, a França iniciou melhor, tanto que teve até gol impedido. Porém não era efetivo na conclusão final, perdendo muitas chances com Ribery. Contudo, aos nove minutos, Vieira faz bem o giro dentro da grande área e marca o 1º dos Bleus. Posteriormente, aos 15, Vieira ajeita para Thierry que enfia um “míssil” no canto inferior. Dessa forma, ampliando para 2 x 0 e concretizando a passagem para a próxima fase. Então, a França ficou em 2º com apenas um ponto a mais que a Coréia e dois a menos que a Suíça.

A EXCELENTE ESPANHA

A França passou para as oitavas de final e, então, enfrentaram a Espanha. Dessa maneira, começaram melhores, pecando no chute e desperdiçando algumas oportunidades. Contudo, Thuram pisou no calcanhar de Pablo Ibáñez dentro da grande área, acarretando em um pênalti a favor dos espanhóis. Desse modo, David Villa bateu a penalidade e abriu o placar em 1 x 0 aos 27 minutos do 1º tempo. No mesmo período, Vieira deu passe magistral para Ribery que driblou Iker Casillas e empatou a partida.

No 2º tempo tudo voltou extremamente quente, com boas chances para ambos os lados. Entretanto, foi aos 38 que houve a virada, após o cruzamento de Zidane, Vieira cabeceou e marcou para a França, decretando, praticamente, a classificação. Ainda mais, após a Espanha ir ao ataque com força total em busca do empate milagroso, em um contra-ataque, Zidane fechou o caixão da Furia. Então, o jogo encerrou em 3 x 1 com vitória para os Bleus. 

França x Espanha 2006 (Divulgação/Gertty Images)
França x Espanha 2006 (Divulgação: Getty Images)

O FORTE E ÚLTIMO CAMPEÃO BRASIL

Nas quartas de final o confronto foi extremamente complicado, a França enfrentou o Brasil, campeão da Copa de 2002, com craques em campo como: Cafu, Kaká, Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho e tantos outros. Então, o início da partida foi muito equilibrado, com grandes ataques para ambas seleções. Entretanto, os Bleus começaram a ditar o ritmo da partida, guiados por Zinedine Zidane, que esbanjava classe dentro de campo. No entanto, a 1ª etapa se encerrou em 0 x 0.

No 2º tempo, a seleção brasileira voltou mal, tanto que não fez um chute ao gol rival até os 35 minutos. Ainda mais, a França teve um gol mal anulado de Thierry Henry, que nem ele e nem Vieira estavam impedidos. No entanto, a bola pune e puniu o Brasil com uma rede balançada dele, o injustiçado anteriormente, Henry, aos 11. Ademais, o Bleus só não ampliaram por pecarem na finalização e por Dida ter feito grandes defesas. Enfim, após atuação exemplar dos europeus e patética dos sul-americanos, a partida se encerrou em 1 x 0 para a seleção francesa.

Brasil x França 2006 (Divulgação/Trivela)
Brasil x França 2006 (Divulgação: Trivela)

A SURPRESA PORTUGAL

Nas semi-finais, o adversário foi Portugal que era uma surpresa até então. A equipe tinha bons jogadores e um grande treinador, Felipão , mas contava com três excelentes atletas: Deco, Figo e o jovem Cristiano Ronaldo. Dessa forma, a seleção portuguesa começou melhor, impondo o ritmo do jogo. Tanto que o 1º chute ao gol foram dos ‘gajos'. Além disso, teve até dribles de CR7. No entanto, a França foi igualando e deixando disputado a partida. Então, aos 31 minutos da 1ª etapa, Henry sofre pênalti e Zidane converte para os Bleus. Com isso, os Imortais vieram com tudo pra cima e estavam melhores, porém Barthez, goleiro francês, evitou o empate. Ademais, houve um possível pênalti em Cristiano, mas o juiz nada assinalou. Enfim, o 1º tempo encerrou 1 x 0 para os franceses, mas eram os portugueses os melhores naquele momento.

Na última metade do jogo, a França retornou melhor e equilibrou a partida. Mas foi aos 33 minutos que Figo perdeu a grande chance de Portugal. Após cobrança de falta de Ronaldo, o 17 naquela situação, Barthez espalma para a frente e o 7 cabeceia sozinho para fora. Infelizmente, os Imortais foram melhores e tentaram mais até o final, mas ficaram para trás e acabaram eliminados. Dessa maneira, os Bleus avançaram para a final, ganhando mais uma partida por 1 x 0.

França x Portugal 2006 (Divulgação: Futmais)
França x Portugal 2006 (Divulgação: Futmais)

O FRACASSO

Ao chegar na final,  principal fracasso após a quase eliminação na fase de grupos e partida apática contra Portugal, ocorreu na final contra a Itália, que tinha um excelente time também. Dessa maneira, alguns integrantes do elenco são: Fabio Cannavaro, Andrea Pirlo, Gianluigi Buffon, Gattuso etc. 

Então, logo aos cinco minutos do 1º tempo, Malouda cava um pênalti e o juiz assinala. Dessa forma, Zidane marca com uma cavadinha que ainda triscou no travessão antes de entrar na meta defendida por Buffon. Posteriormente, aos 18, Pirlo bate escanteio e Materazzi cabeceia pro fundo do gol. Fazendo 1 x 1, logo no início da partida. Desse jeito, a França se abalou e a Itália comandou a partida e criou as melhores chances, sendo elas pelo alto na cabeçada.

Na 2ª etapa, os Bleus começaram melhor, porém foi a Azzurri que marcou o 2º, no entanto estava impedido. Os franceses tentavam mais, mas os italianos chegavam aos poucos. O jogo normal acabou, então se foi para a prorrogação com 1 x 1 no placar.

Já na prorrogação, a França era melhor. No 1º tempo, a melhor chance foi de Zidane em uma cabeçada. Na 2ªetapa, aconteceu a patética expulsão de Zinedine aos três minutos, faltando apenas 12 para as penalidades. Dessa maneira, o cartão vermelho se deu após o francês dar uma cabeçada em Marco Materazzi que provocou falando da irmã de Zizou, o italiano disse:

“Prefiro a sua irmã do que a camisa”.

Com isso, pouco ocorreu na partida, então as seleções foram para os pênaltis. Já nas penalidades, o único que errou foi o centro-avante David Trezeguet, com isso se deu o fracasso da França na Copa do Mundo de 2006. Após boas partidas, perdeu após a expulsão de seu melhor jogador. Então, a Itália se sagrou campeã da edição do Mundial de Seleções.

Foto Destaque: Divulgação/Getty Images/ John MacDougall

Gabriel Yudi Gati Isii
Gabriel Yudi Gati Isii
Escolhi jornalismo porque tenho paixão pelo futebol. Faço faculdade na PUC-SP e já estudei na Etec Albert Einstein. Meu sonho é viver do esporte que admiro.

Artigos Relacionados