Solskjær não vive boa fase no United, o treinador permanece ainda no cargo mesmo depois da derrota para o Burley

A situação atual do Manchester United não é nada boa nesta temporada, sobretudo para o técnico norueguês, Ole Gunnar Solskjær. Nesta quarta-feira (22), o United diante de sua torcida em Old Trafford perdeu para o Burnley pela 24ª rodada da Premier League por 2 x 0. Os diabos vermelhos estão na 5ª posição na tabela e 4 pontos atrás do Chelsea, que é o quarto colocado. Na partida, os torcedores do United protestaram diante da atuação situação do time, o alvo do protesto foi para a família Glazer, dona do clube. Não houve gritos de protesto contra o técnico Solskjær. Mas, será que o técnico norueguês também não tem culpa diante da atual situação que vive o clube ?

INÍCIO PROMISSOR  

Solskjær chegou ao Manchester United na temporada 2018/2019. O ex-atacante assumiu a equipe depois da demissão de José Mourinho. O técnico português se despediu depois de duas temporadas e meia sob o comando do clube, além dos baixos desempenhos dentro de campo, Mourinho também se desentendeu com alguns jogadores do elenco. Cabia, então, a Solskjær reorganizar a equipe e a inserir novamente o Manchester United na briga pelas grandes competições  nacionais e internacionais.

A ideia do clube até então, era que o ex-jogador assumisse interinamente o comando da equipe, para que  futuramente pudesse encontrar um novo técnico. Contudo, Solskjær obteve grandes resultados com os Red Devils e até mesmo eliminou da Champions League o PSG em Paris. Com isso, a diretoria não viu outro caminho a não ser oficializar um contrato de três anos com o treinador. Na temporada 2018/2019, o técnico comandou a equipe em 29 ocasiões, nas quais foram 16 vitórias, 4 empates e 9 derrotas.

 

QUEDA

Apesar dos bons resultados na temporada passada, a equipe não se classificou para a Champions League e o desempenho começou a cair em 2020. O United vive altos e baixos, não consegue obter uma sequência boa de vitórias e além disso, perdeu para equipes da metade inferior da tabela, tais como: Watford, Bournemouth, New Castle, Crystal Palace e West Ham. Sem falar do Burnley na última rodada, que ocupa hoje a 13ª colocação na tabela. A última vitória do Burnley em Old Trafford havia sido em 1962.

A equipe atualmente tem dificuldade na proposição de jogo, comete sérios deslizes na defesa e depende muito da individualidade de Marcus Rashford. De acordo com os jornais ingleses, o United já tem três nomes para substituir o técnico norueguês. Maurício Pochettino (ex-Tottenham), Gareth Southgate (atual técnico da seleção inglesa) e Julian Nagelsmann (atual técnico do RB Leipzig). Contudo, seja já quem for assumir ou não a equipe terá um trabalho duríssimo de reconstrução daquele já foi uma das maiores  da Europa.

https://twitter.com/BurnleyOfficial/status/1220253547209555973

 

Foto Destacada: Getty Images 

Gabriel Queiroz
Sou natural de São Luis do Maranhão, mas faço faculdade em Brasília. Escolhi o jornalismo única e exclusivamente pelo amor que tenho ao futebol e a tantos outros esportes

Artigos Relacionados