City

Próximo de disputar uma final da Champions League, o Manchester City já pode ser considerado uma potência no futebol europeu? Primeiramente, temos que citar uma frase recente de Pep Guardiola. Antes da primeira partida da semifinal, o técnico afirmou:

Não estamos na elite da Champions League com certeza, mas queremos estar lá. Nos últimos anos, sempre jogamos a Liga dos Campeões e temos a sorte de estar onde estamos agora”.

Ou seja, o próprio comandante da equipe acredita que os Citizens não estão entre os melhores clubes da Europa. E apesar da qualidade inegável, tanto do treinador como do elenco, é fato que a equipe inglesa ainda não merece um lugar entre os melhores europeus.

PROTAGONISTA, MAS APENAS NA INGLATERRA

Desde que Guardiola chegou ao City, o clube se estabeleceu entre os melhores do país. Chegando em 2016, Pep garantiu três conquistas da Premier League (2017-18, 2018-19 e 2020-21) e caminha para sua quarta conquista na atual temporada. Além disso, o técnico espanhol garantiu os títulos da Copa da Inglaterra (2018-19), Supercopa (2018 e 19) e Copa da Liga Inglesa (2017-18, 2018-19, 2019-20 e 2020-21). São números impressionantes, que deixam claro que os Sky Blues estão entre os maiores, nacionalmente falando.

AUSÊNCIA DE TÍTULOS EUROPEUS DO CITY

O que coloca a equipe abaixo das demais potências na Europa é justamente a falta de sucesso nos campeonatos continentais. Isso porque mesmo com Guardiola, a única conquista na história é uma Recopa Europeia na temporada 1969-70. Depois disso, as melhores campanhas foram em 2015-16 e na temporada atual da Champions League, justamente com o técnico espanhol no comando. Nestas temporadas o Manchester City conseguiu chegar até a fase de semifinal do torneio.

TÍTULO DA CHAMPIONS FARÁ O CITY ENTRAR NA ELITE EUROPEIA?

Essa coluna foi escrita antes do segundo jogo da semifinal entre City x PSG. Por isso, não dá para afirmar que os Citizens seguem vivos na luta pelo título inédito. Mas com a vitória de virada por 2 x 1 no primeiro jogo, são grandes as chances de pelo menos uma final inédita na história da equipe. Mesmo assim, caso conquiste o título, será apenas a primeira conquista europeia do clube. Isso bastaria para colocar o clube inglês entre os melhores da Europa?

Apesar do peso que seria vencer uma Liga dos Campeões, a resposta para a pergunta do título é não, afinal um título pode acontecer, até por mero acaso. Equipes como Feyenoord, Aston Villa, PSV e Estrela Vermelha já venceram a competição e não são consideradas potências europeias. O mesmo valeria para o clube inglês. Para entrar na elite seria preciso ver a equipe com frequência pelo menos entre os quatro melhores da Europa. Potencial para isso é evidente que o clube tem, mas se conseguirá isso, só o tempo dirá.

Foto Destaque: Twitter / Manchester City

Avatar
Flavio Rodrigues
Sempre admirei a capacidade dos jornalistas em poder informar o público e despertar a reflexão e o senso crítico nas pessoas. Adoro falar e debater sobre esportes e acredito que como formadores de opinião, temos a obrigação de passar fatos aos leitores. Apesar disso, gosto muito de fazer textos opinativos, como análises táticas ou mesmo temas polêmicos, como o retorno do futebol na pandemia. Ao longo da minha carreira já tive experiências com matérias abordando outros esportes além do futebol, entrevistas com atletas, dirigentes e pessoas envolvidas com o esporte (como especialistas em marketing) e cobertura de eventos presencialmente.

Deixe uma resposta