O bom filho a casa torna, Diego Souza está de volta ao Fluminense

Revelado em 2003, pelo Fluminense, Diego Souza está de volta ao tricolor carioca, aos 30 anos. O meio-campo disputou o último brasileirão pelo Sport, e estava emprestado pelo Metalist-UCR. O camisa 10 assinou por 3 anos, após compra de parte dos direitos econômicos do jogador, e é o primeiro grande reforço da temporada. Voltando a se destacar em um clube brasileiro, Diego, volta para tentar ocupar a lacuna deixada por Conca, que em 2015 tentou ser preenchida por Ronaldinho Gaúcho, sem sucesso.

Quando começou pelo Fluminense, Diego Souza ainda era um volante, mas mesmo assim não deixou de fazer sucesso, deixando gols importantes e jogos muito bem disputados.

Em 2005, Diego se transferiu para o rival Flamengo e se envolveu em uma polêmica justamente contra o tricolor. Em um jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, Diego empatou o jogo para o Flamengo já nós acréscimos, e subiu no alambrado comemorando, enlouquecidamente, o 2×2, irritando muito os torcedores tricolores, os quais gritavam que o Fluminense não precisava dele.

Diego Souza fez sucesso na maioria dos grandes clubes que jogou. Teve ótimas passagens por Grêmio e Palmeiras e viveu seu melhor momento na carreira no Vasco da Gama, conquistando a Copa do Brasil e liderando o time que trás saudade aos cruzmaltinos. Em todos os times já atuava como meia-armador e, às vezes, até como segundo atacante. Chegando assim, a Seleção Brasileira.

Agora ele volta ao Fluminense como um dos destaques do último brasileirão, prometendo ajudar a bola chegar a frente para o Fred e ajudar o tricolor a voltar a brigar por títulos.

Vocês acham que Diego Souza pode voltar a brilhar, em mais um grande time, e voltar a ser um grande camisa 10 ou será uma nova decepção assim como Ronaldinho?

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Paulo Arthur
Paulo Arthur Corrêa é louco por futebol e está toda semana no estádio para acompanhar de perto o esporte mais famoso do mundo. Tem 19 anos e mora no Rio de Janeiro. É colunista do Futebol na Veia, participante do programa Na Cara do Gol da Rádio Estácio-TJ e apaixonado pelo que faz. Em 2015 começou a cursar Jornalismo, iniciando o caminho para alcançar seu sonho de infância, que é trabalhar com esporte e transmitir valores e ideias para o público em geral.

    Artigos Relacionados

    Topo